Morreu Rosalina Machado, empresária de sucesso e figura do jet set nacional

Empresária lutava contra cancro no pulmão e perdeu a batalha um dia depois de o marido morrer.
Rosalina Machado
Rosalina Machado
Rosalina Machado
importa
importa
Rosalina Machado
Rosalina Machado
Rosalina Machado
importa
importa
25 jan 2021 • 20:04
Rosalina Machado, que fez história em Portugal ao ser a primeira mulher portuguesa a liderar uma multinacional, morreu esta segunda-feira, depois de uma longa batalha contra um cancro nos pulmões.

A empresária perdeu a luta contra a doença precisamente um dia depois de o marido, Francisco Machado, com quem estava casada há mais de meio século, ter morrido, com complicações decorrentes da Covid-19.

Em 1986, Rosalina fez história ao assumir os comandos da Ogilvy, não só por ser a primeira portuguesa aos comandos de uma multinacional, mas também por ser a primeira mulher no Mundo a liderar esta empresa de publicidade. Era também presença assídua em eventos sociais do mundo do jet set nacional.

Uma carreira construída a pulso e que a levou a travar algumas batalhas familiares. Quando casou, na década de 70, Rosalina Machado teve que enfrentar o marido, que não aceitava a independência feminina.

"Recebi um convite para apresentar um programa sobre atualidade política na RTP e ele não me deixava trabalhar. Um dia caí no erro de dizer que assim até ganhava dinheiro. Ele ficou indignadíssimo e disse-me: ‘Se é para ganhar dinheiro por que é que não vende amendoins à porta do estádio de Alvalade nos dias de futebol?!", revela a empresária.



A sua perda já foi lamentada pela empresa à qual dedicou parte da vida. "A Rosalina deixava, em tudo o que fazia, um sorriso, uma felicidade, uma alegria contagiante. Marcou várias gerações de publicitários com a sua atitude positiva, com a sua profunda honestidade e a certeza que as empresas são pessoas. Pessoas que ela apoiava, incentivava e ajudava mesmo fora do universo profissional. Rosalina Machado sabia que a felicidade é o bem mais valioso de uma empresa", recordou o diretor de serviço a clientes da BAR Ogilvy, Francisco Costa.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo