Mudanças de look de Charlene escondem inseguranças

Depois do estilo punk, agora a mulher do Príncipe Alberto fez um corte ‘tigela’. Alterações constantes que podem evidenciar uma baixa autoestima.
Charlene do Mónaco
Charlene do Mónaco
Charlene
Charlene
Charlene do Mónaco
Charlene do Mónaco
Charlene
Charlene
23 fev 2021 • 13:52
Vânia Nunes
Charlene do Mónaco voltou a surpreender com um novo visual. Depois de ter surgido, em dezembro, com o cabelo rapado de um dos lados ao estilo punk, agora a mulher do príncipe Alberto apareceu com um corte ‘tigela’, mais comprido em cima e rapado nas laterais e na nuca. Alterações não têm passado despercebidas entre os especialistas. Além de se mostrar cada vez mais arrojada e também mais próxima do marido – no último evento onde marcaram presença vestiram-se a combinar – Charlene parece, ao mesmo tempo, estar a viver uma fase difícil emocionalmente.

"Quando se trata de mudanças radicais drásticas, é possível que haja algum momento de crise, insegurança, baixa autoestima , etc., que leve a pessoa a querer compensar com sua imagem", explicou a psicóloga Laura Palomares à ‘Vanitatis’. De acordo com a especialista, este não é um comportamento consciente e varia de acordo com a circunstância de cada pessoa, no entanto, é visto com uma autoafirmação. Além disso, também poderá estar associado à vontade de alterar situações na sua vida.

"Uma mudança de imagem, de certa maneira faz com que a pessoa se afirme com o seu aspeto físico para poder projetar através dele aquela ideia imaginária de que com essa alteração consegue também algo novo no nível pessoal".
Seja como for, a antiga nadadora olímpica de 42 anos já referiu que se diverte com as alterações de visual e que vai continuar a fazê-lo. No entanto, sempre que o faz não deixa de gerar controvérsia dado que a sua ousadia não é comum na realeza.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo