Mulher ataca Barack Obama: "Não queria ter filhos"

Ex-presidente dos Estados Unidos terá obrigado Michelle a trocar carreira pela família
Obama
Barack e Michelle Obama
Obama
Barack e Michelle Obama
14 jun 2020 • 17:07
Michelle: Nunca Quis Ser Mãe!’ é o título da primeira página da revista ‘Globe’, que avança que a ex-primeira-dama "está furiosa com Barack Obama por este a ter obrigado a ter filhos".

De acordo com a publicação, Michelle Obama viu-se forçada a abdicar de uma carreira de sucesso como advogada para se dedicar à família e cita uma fonte próxima do casal, que diz que, mesmo depois de se tornar primeira-dama dos Estados Unidos, ela sentiu-se "enganada" e nunca perdoou o marido.

"Michelle tinha uma boa carreira que estava crescer. Ela não queria uma família, mas o Barack sabia que isso iria ajudá-lo a progredir como político. Não o fez por querer muito ser pai, mas por uma questão de ambição política", continua a mesma fonte.

Depois de Michelle ter sofrido vários abortos, o casal decidiu recorrer à fertilização artificial. Como Barack tinha de trabalhar, muitas vezes ela teve de enfrentar este processo sozinha. "Ainda hoje ela guarda rancor por tudo o que ele a fez passar" acrescenta.

AUTOBIOGRAFIA

Depois de Malia, hoje com 21 anos, e Sasha, com 18, nascerem, Michelle nunca mais conseguiu recuperar o tempo perdido. Na sua autobiografia, intitulada ‘Becoming’, ela escreveu: "Não estava nada preparada para ser mãe e senti muitas dificuldades. Alguma coisa tinha de ficar para trás, e foram as minhas aspirações e os meus sonhos. Foi uma concessão que fiz não porque ele  [Barack] disse: ‘Tens de deixar o teu emprego’, mas porque senti que não conseguia fazer tudo e tinha de pôr alguma coisa de lado".
No livro, a antiga primeira-dama, de 56, também assume que ainda hoje se ressente pelo facto de o marido, de 58, não a ter acompanhado sempre no processo de fertilização.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo