Mulher de António Cordeiro: "Não sei até quando vou aguentar isto"

O ator luta contra uma doença degenerativa desde 2017.
Helena Cordeiro e António
António Cordeiro
Helena Cordeiro e António
António Cordeiro
06 nov 2020 • 17:18
A luta de António Cordeiro contra a progressão da Paralisia Supranuclear Progressiva continua. Desde 2017 que enfrenta uma doença rara e degenerativa, que aos poucos lhe tira a qualidade de vida. Os dias de António, na Casa do Artista em Lisboa, são marcados por "pequenas vitórias", após a infeção pulmunar que quase lhe roubou a vida. 

Helena Cordeiro tem sido o maior apoio do marido nesta fase. Numa entrevista dada à TV7 Dias, a mulher de António Cordeiro decidiu falar abertamente sobre o estado de saúde do companheiro. "O António não está pior, o António não está melhor, o António está na mesma. Continuamos na luta em que sempre estivemos.".  

Recorde-se que, no início da pandemia, António Cordeiro esteve 14 dias internado às mãos de uma pneumonia bacteriana, que agravou o seu estado de saúde, já frágil. Helena recorda o momento dramático que viveu. 

"O prognóstico era muito reservado. Disseram-me várias vezes que o António não ia sobreviver. Inclusive, disseram-me que, se houvesse uma paragem cardiorrespiratória, não o reanimariam devido à doença dele" revelou. 

Apesar de nunca ter deixado de acreditar na recuperação do marido, Helena admite ter passado as noites em claro. 
"Dormir? O que é isso? Mas quem é que consegue dormir? Às vezes, não sei como é que ainda ando."

A doença degenerativa afeta "essencialmente a parte muscular", o que fez com que António perdesse grande parte da capacidade de andar. A força de vontade do ator não o deixa parar. "De há uns meses para cá, voltou a fazer neurofisioterapia e já consegue ficar de pé", contou à TV7 Dias. 

A mulher de Cordeiro acrescentou ainda que há a possibilidade de o ator estar a perder a fala, uma vez que há momentos em que não o faz. 

Desde o início da doença, que a mulher de António Cordeiro tem sido o seu maior pilar. "Não sou a supermulher, não sei até quando consigo aguentar isto, mas, enquanto conseguir, vou fazendo", conclui Helena Cordeiro. 



Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo