Mulher de George Clooney enfrenta Estado Islâmico

Advogada vai representar uma jovem contra o grupo terrorista.
20 set 2016 • 21:09
Amal Clooney vai representar uma jovem iraquiana em tribunal, Nadia Murad de 23 anos, num processo judicial contra a organização terrorista. O caso remonta ao ano de 2014 quando Nadia foi sequestrada e escravizada sexualmente pelo Estado Islâmico. 

Consciente dos riscos que corre a partir de agora, Amal Clooney diz contar com todo o apoio do marido e se sentir realizada por poder defender uma jovem vítíma de tais atos. "É urgente combater este grupo e impedir que cometam mais atrocidades como estas contra mulheres e crianças", revelou.
Mais sobre
Newsletter
topo