Mulher de Pedro Lima emocionada no último adeus: "Tive a sorte de viver a mais bonita história de amor"

Cerimónias fúnebres do ator contam com a presença da família e amigos.
Anna Westerlund e os filhos do ator
Anna Westerlund e os filhos do ator
Anna Westerlund e os filhos do ator
Anna Westerlund e os filhos do ator
Anna Westerlund e os filhos do ator
Família e amigos do ator
Anna Westerlund e os filhos do ator
Cerimónias fúnebres de Pedro Lima
A mulher do ator, Anna Westerlund
A mulher do ator, Anna Westerlund
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa
Jessica Athayde
José Eduardo Moniz
Fernanda Serrano
Conceição Queiroz
Anna Westerlund e os filhos do ator
Anna Westerlund e os filhos do ator
Anna Westerlund e os filhos do ator
Anna Westerlund e os filhos do ator
Anna Westerlund e os filhos do ator
Família e amigos do ator
Anna Westerlund e os filhos do ator
Cerimónias fúnebres de Pedro Lima
A mulher do ator, Anna Westerlund
A mulher do ator, Anna Westerlund
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa
Jessica Athayde
José Eduardo Moniz
Fernanda Serrano
Conceição Queiroz
23 jun 2020 • 19:24

A despedida do ator Pedro Lima, que foi encontrado morto na manhã de sábado, dia 20 de junho, na praia de Albano, em Cascais, realizou-se esta tarde no Hipódromo de Cascais. Depois do velório, a partir das 19 horas, realizar-se-á no Centro Funerário de Cascais (Alcabideche), uma cerimónia reservada à família e aos amigos.

A família do ator mostrou-se emocionada durante a cerimónia e por momentos colocaram-se ao lado do caixão.

Anna Westerlund, com quem o ator viveu durante 20 anos, dedicou-lhe palavras emocionadas: "Foi o pai mais orgulhoso e dedicado que já conheci […] O património afetivo enchia-lhe o peito de ar […] Tive a sorte de viver a mais bonita história de amor que alguma vez imaginei".

Na última homenagem, foram muitas as figuras públicas que marcaram presença, como Conceição Queiroz, Fernanda Serrano, José Eduardo Moniz, Jessica Athayde, entre outros.

A cerimónia contou ainda com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que revelou à imprensa: "O Pedro deu-nos horas e horas que preencheram as nossas vidas. Privei com ele", começou por dizer.

"A saudade é feita de solidariedade. Todos sofremos neste período de confinamento e tivemos estados de alma. A cultura fechou totalmente. Isso criou situações imprevisíveis. O Pedro era o retrato da felicidade dos outros", concluiu. 

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo