Neymar sobre caso de alegada violação: "sexo foi consentido e com preservativo"

Craque voltou a agradecer aos fãs o apoio que tem recebido.
Neymar à saída da esquadra, de muletas, devido a uma lesão
Najila Trindade acusa jogador de violação
Neymar à saída da esquadra, de muletas, devido a uma lesão
Najila Trindade acusa jogador de violação
15 jun 2019 • 01:30
Na quinta-feira, Neymar passou três horas na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, na Zona Sul de São Paulo, e prestou depoimento sobre a alegada violação da qual é acusado pela brasileira Najila Trindade.

"A verdade aparece cedo ou tarde", afirmou, revelando ainda a sua versão da história: que o sexo foi consentido, que lhe bateu nas nádegas a pedido da própria, e que usou preservativo devido à sua condição de atleta.
 
De acordo com a imprensa brasileira, o craque emocionou-se ao falar do impacto que este caso está a ter na sua família.

Diz que tem mãe, irmã e que o filho, Davi Lucca, de sete anos, nem sequer tem ido à escola porque os colegas lhe dizem que o pai é um violador.

"O único desejo que eu tenho agora é que esse caso acabe o mais rápido possível", disse.

À saída, aos jornalistas, voltou a agradecer o apoio que tem recebido dos fãs.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo