Minaj criticada por concerto em Angola

O concerto é produzido pela empresa privada de telecomunicações Unitel, detida em parte por Isabel dos Santos.
A carregar o vídeo ...
Veja o polémico videoclipe da rapper.
17 dez 2015 • 13:20
Organizações de defesa dos direitos humanos pediram esta quarta-feira à rapper norte-americana Nicki Minaj para cancelar a sua presença num concerto em Angola, defendendo que a atuação será encarada como um sinal de aprovação do regime de Luanda.

A artista, nascida em Trindade e Tobago e naturalizada norte-americana, é o principal nome do cartaz de um concerto de Natal que vai decorrer no sábado, dia 19, no Estádio dos Coqueiros, em Luanda.

O concerto é produzido pela empresa privada de telecomunicações Unitel, detida em parte por Isabel dos Santos, filha do Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, no poder há 36 anos.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo