Novo álbum de Nelly Furtado considerado dos melhores de 2017

Apesar do ‘flop’, ‘The Ride’ figura como um dos mais conseguidos pelos críticos.
Nelly Furtado
Nelly Furtado aparece em grande
Foto: Reuters
22 jan 2018 • 16:04
João Monteiro de Matos

Depois do insucesso do sexto álbum de originais, Nelly Furtado, de 39 anos, tem agora motivos para sorrir. ‘The Ride’ acaba de ser considerada pela crítica, e em especial pela ‘Slant Magazine’, como um dos 25 melhores discos do ano 2017.

Mesmo estando na última posição, a redação desta publicação norte-americana não poupa elogios ao trabalho independente da lusocanadiana. "Com o sexto álbum, Nelly Furtado […] faz uma nova abordagem musical, tal como aconteceu em cada trabalho da artista, passando por ritmos melodiosos, como por sons de guitarra gutural ou o funky, o que é um contraponto refrescante dentro da ‘Pop’ atual", pode ler-se na crítica ao mais recente trabalho da autora do hino do Euro 2004.

Na crítica, os autores também destacam, para além do perfil multifacetado da compositora, os temas "Cold Hard Truth" enquanto uma canção considerada "lufada de ar fresco" dentro da Pop e do R&B e "Tap Dancing" como marca de um novo ciclo dentro do mundo dos cantores mais ligados à produção musical ‘mainstream’.

A publicação acrescenta ainda que "The Ride" pode ser considerado "um ‘Pop’ insensato, impossível de definir como improvável", mas que dá ao panorama atual "um novo folgo" tal como aconteceu em cada projeto da artista. Faz referência, por exemplo, que "Loose" (2006) marcou a tendência do Hip-Hop e da Pop da altura, bem como "Mi Plan" (2009), do qual recebeu um Grammy Latino pelo Melhor Álbum do Ano, enquanto marco para que a língua castelhana se implantasse no mercado internacional.

Recorde-se que o último álbum da artista com origem no arquipélago dos Açores, apenas lançado nos Estados Unidos, Canadá e em cinco países europeus – dos quais Portugal não foi incluído – só vendeu desde o passado março 10 mil cópias a nível mundial, sendo assim considerado o maior fracasso da carreira de Nelly Furtado.

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo