Nuno Markl inconsolável com a morte da cadela: "Percebi o que tinha acontecido"

Uva tinha vários problemas de saúde.
Nuno Markl
Cadela de Nuno Markl
nuno markl
Nuno Markl
Nuno Markl
Cadela de Nuno Markl
nuno markl
Nuno Markl
24 mai 2020 • 15:56
Nuno Markl, de 48 anos, está em choque com a morte da cadela Uva. O animal sofreu há vários meses de um problema pulmonar e contra todas as expectativas dos médicos, foi resistindo ao agravar-se da doença.

A partida da "amiga" de quatro-patas foi assinalada pelo locutor através de mensagem emotiva, partilhada nas redes sociais.

"A Uva foi uma lição viva de esperança para todas as criaturas. Maltratada, usada como alvo de tiro com chumbos, cega de um olho por um acto de violência, e com a natureza, ainda por cima, a ditar-lhe uma organização dentária duvidosa e à prova de qualquer aparelho", começou por referir.

O humorista e a ex-mulher Ana Galvão adotaram-na há cerca de oito anos. A cumplicidade do ex-casal com a cadela foi tal que Uva chegou a captar muitas atenções mediáticas.

"Escolhemos ir buscar a um abrigo de animais em Borba. A cadela feia mais bonita do mundo foi estrela de TV no programa 'Animais Anónimos', fez publicidade a um aspirador de pelos de animais, foi protagonista de toneladas de vídeos e fotos deste Instagram mas, acima de tudo, foi a nossa Uva."

"Meiga mas de personalidade forte - por vezes faltando-lhe só falar para nos dizer que tinha direito a estar deitada no sofá. Cardíaca e com um problema pulmonar, nos últimos tempos, aguentou-se ainda assim com valentia. Sempre que achávamos que não se ia safar, no dia seguinte acordava com energia e apetite renovados", acrescentou emocionado.

A hora da partida de Uva ficou registada na memória de Markl, que descreveu o episódio ao pormenor. 
"Este sábado [23] pela primeira vez em muitos dias, a Uva acordou sem tosse. Movia-se pela casa com uma estranha calma, subiu e desceu escadas atrás de mim. À tarde, preparei comida para ela e para a Flor - uma lata de um manjar gourmet que faz sucesso cá em casa. Aproximou-se com a Flor, como de costume, para o ritual da abertura da lata. Mas desta vez, virou o focinho para o lado, sem apetite. Virou-me costas, caminhou até à sala, deitou-se de lado, como se fosse dormir, e soltou o maior e mais aliviado suspiro da História do Mundo. Ainda antes de me aproximar, percebi o que tinha acontecido".

Embora desolado, Nuno Markl acredita que ter adotado Uva foi uma das melhores experiências da sua vida.

"A partida dói sempre, mas tudo o que acontece antes é bom demais e compensador demais para que "o desgosto do fim" seja um argumento para evitar levar um amigo assim para casa. O desgosto faz parte, mas tudo de bom que acontece até lá também faz e é isso que fica", completou.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo