O lado mais íntimo dos candidatos à presidência

Cinco homens e duas mulheres disputam este domingo o título de presidente da república. Afinal, quem são e o que é que os trouxe até aqui?
André Ventura com a mulher Dina
André Ventura com a mulher Dina
Marisa Matias
Ana Gomes
Marcelo Rebelo de Sousa
João Ferreira
Tiago Mayan Gonçalves
André Ventura com a mulher Dina
André Ventura com a mulher Dina
Marisa Matias
Ana Gomes
Marcelo Rebelo de Sousa
João Ferreira
Tiago Mayan Gonçalves
23 jan 2021 • 12:19
A um dia das Eleições Presidenciais, abrimos o capítulo mais bem guardado dos candidatos e candidatas ao cargo de Presidente da República. Conheça o lado o mais íntimo de Marisa Matias, Marcelo Rebelo de Sousa, Tiago Mayan, André Ventura, Vitorino Silva, João Ferreira e Ana Gomes.

O ex-padre vs sr. dos afetos
André Ventura é o candidato mais controverso na corrida a Belém. Aos 38 anos, o líder e fundador do Chega vai conquistando popularidade e muitos anticorpos na sociedade, mas mantém-se focado no objetivo - "salvar Portugal". Uma missão que diz ter-lhe sido enviada por Deus.

Em jovem, esteve num seminário. "Quis ser padre e estive no seminário. Saí porque me apaixonei. Ando sempre com um terço comigo porque Deus tem muita importância na minha vida", explicou recentemente. Mas não é a única fortaleza para o político. A mulher, Dina Marques Nunes é quem o conhece na intimidade. "Conheci-a quando vivia na zona da Baixa de Lisboa. Casámos em 2016. O pai da Dina tem um estabelecimento na zona da Baixa que eu frequentava com regularidade quando vivia naquela zona", explicou. Ainda sem filhos, Ventura quer deixar primeiro um legado na política.

A dificultar o caminho para a ribalta está Marcelo Rebelo de Sousa, de 72 anos. O ainda Presidente recandidata-se ao cargo, que assumiu pela primeira vez em 2016. Agora, reforça a candidatura com o carinho dos portugueses, a quem retribui com afetos e selfies.

Dorme quatro a cinco horas por noite. No entanto, parecem ser as suficientes para manter as suas responsabilidades com a máxima energia. É no mar que recarrega baterias, enquanto mergulha durante vários minutos, no verão, mas também no inverno.

Em casa guarda as memórias do passado ligado ao ensino universitário. É pai de Nuno e Sofia, fruto do casamento com Ana Cristina Motta Veiga. Tem seis netos. A advogada Rita Amaral Cabral é a mulher que o acompanha na intimidade, mas não vivem juntos. O namoro é mantido fora da esfera pública, há já vários anos. No entanto, sobretudo nas férias de verão, é comum vê-los juntos no refúgio da Quinta do Lago.

A força de Marisa e Gomes
Marisa Matias, de 44 anos, e Ana Gomes, de 66, são as únicas mulheres na corrida à Presidência e não temem o duelo com os restantes candidatos. A primeira volta às eleições Presidenciais cinco anos depois da primeira vez e com mais certezas e convicções. A segunda quer recuperar a confiança dos portugueses na Democracia. Duas mulheres com valores fortes e muita garra.

Ana Gomes está de luto pelo companheiro de vida, o Embaixador António Franco, que morreu há seis meses, vítima de cancro. Uma profunda mágoa para a candidata independente. "Tenho sentido a falta dele. Foi ele que me deu força para avançar com a candidatura [à Presidência]. Faço-o por ele, mas também pelos nossos filhos e netos. Penso muito nele e peço-lhe inspiração nesta fase.
A minha força anímica é fruto do pensar nele", apontou em lágrimas numa recente aparição televisiva.

Marisa Matias, eurodeputada, traz na bagagem muitas memórias da aldeia de Alcouce, perto de Coimbra, onde se fez menina e mulher. Dizem os que a conhecem de perto que se mantém igual. "Temos muito orgulho na Marisa, É uma grande mulher. É extraordinária e muito bondosa", defende a mãe, Irene. Nas redes sociais, as candidatas à sucessão de Marcelo uniram-se pelo movimento #VermelhoemBelém, após os comentários polémicos sobre os adversários políticos.

Tino, Ferreira e Mayan
Vitorino Silva, conhecido como Tino de Rans, volta à corrida à Presidência convicto de que está no lado certo - do povo. A mulher Maria do Céu e a filha Catarina são as principais apoiantes.

João Ferreira, candidato do PCP, revela-se um homem assertivo e discreto, mas na intimidade é descrito como "o extrovertido". "É o filho que todos gostariam de ter", lembrou a ama. O núcleo familiar é o seu refúgio. "É uma família galinha, não sabem andar uns sem os outros".

Tiago Mayan Gonçalves, candidato apoiado pela Iniciativa Liberal, é o menos conhecido dos portugueses. É descrito pelos amigos como "o calmo, impávido e sereno."
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo