O último adeus a José Boavida

Família e amigos prestam homenagem a José Boavida.
O Funeral do ator realiza-se este sábado, às 12h30, no cemitério dos Olivais, Lisboa
Basílica da Estrela, José Boavida, TVI, José Eduardo Moniz, Noémia Costa, velório, funeral
Foto: DR
30 jan 2016 • 10:46
Catarina Damião e Rita Silva Resendes
Foram dezenas os familiares, amigos e colegas do meio artístico que estiveram esta sexta-feira na Basílica da Estrela, em Lisboa, para se despedirem de José Boavida, que morreu na terça-feira, aos 51 anos, depois de há duas semanas ter sido encontrado inconsciente na rua, na sequência de uma paragem cardiorrespiratória.

A afluência demonstrava bem o quanto José Boavida era um homem querido por aqueles que com ele privaram. "Era um grande profissional, um homem bom. Partiu cedo demais", afirmou o consultor de ficção da TVI José Eduardo Moniz.

Entre os presentes, ninguém escondeu a emoção perante uma perda prematura e poucos foram os que contiveram as lágrimas.
A família manteve-se sempre recatada junto à urna, e a única filha do ator, Mariana, encarregou-se de receber os amigos no último adeus ao pai. Uma dor sem fim para a jovem, de 24 anos. "Não há ninguém que o substitua nem que páre esta dor", escreveu num texto, onde pediu para recordarem o sorriso do pai. O mesmo que os amigos destacam. "A gargalhada do Zé vai ficar para sempre nos meus ouvidos", disse Noémia Costa.

O funeral de José Boavida realiza-se este sábado, às 12h30, no cemitério dos Olivais, em Lisboa.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo