Pai de Michael Douglas morre aos 103 anos: "Muito orgulho de ser teu filho"

Ator mostra-se emotivo ao despedir-se do progenitor.
Kirk Douglas
Kirk Douglas
06 fev 2020 • 18:59
O ator norte-americano Kirk Douglas, considerado um dos melhores atores da indústria do cinema, morreu aos 103 anos, na passada quarta-feira, dia 5 de janeiro. O artista contava com uma carreira de mais de 60 anos.

Têm surgido várias homenagens devido à morte do ator, que foi anunciada pelo filho, Michael Douglas.

"É com tremenda tristeza que meus irmãos e eu anunciamos que Kirk Douglas deixou-nos hoje aos 103 anos. Para o mundo, ele era uma lenda, um ator da idade de ouro dos filmes que viveu nos seus anos dourados, um ser humano cujo compromisso com a justiça e as causas em que acreditava estabeleceram um padrão para todos nós", escreveu.

"Para mim e os meus irmãos Joel e Peter, ele era simplesmente pai. Para Catherine, um maravilhoso sogro, para os seus netos e bisneto, o avô amoroso, e para a sua esposa Anne, um marido maravilhoso. A vida de Kirk estava bem. Viveu, e ele deixa um legado no cinema que perdurará por gerações, e uma história como um renomado filantropo que trabalhou para ajudar o público e trazer a paz ao planeta. Vou terminar com as palavras que eu lhe disse no seu último aniversário e que sempre será verdadeiro. Pai, eu amo-te muito e tenho muito orgulho de ser teu filho.", disse ainda Michael.


A mulher de Michael, a atriz de 50 anos Catherine Zeta-Jones, também prestou uma homenagem emotiva ao sogro, ao partilhar uma mensagem no Instagram dedicada a Kirk Douglas. "Para o meu querido Kirk, eu vou amá-lo para o resto da minha vida. Já sinto a sua falta", disse. 

Recorde-se que Kirk Douglas participou em mais de 80 filmes, sendo muito conhecido pela participação em "Spartacus", em 1960, e em "Horizontes de Glória", em 1957. O ator abandonou a carreira em 2004.

Kirk Douglas era casado há 65 anos com Anne Buydens, e tinha três filhos, Michael, Joel e Peter.

Mais sobre
Newsletter
topo