Passos Coelho dorme junto à mulher no hospital

Ex-primeiro-ministro passa os dias no IPO ao lado de Laura, que luta contra o cancro.
Pedro Passos Coelho e a mulher Laura Ferreira
Pedro Passos Coelho e a mulher Laura Ferreira
Foto: Lusa
12 dez 2019 • 01:30
Rute Lourenço e Vânia Nunes
Com o estado de saúde da mulher a agravar-se, Pedro Passos Coelho tem feito questão de estar sempre a seu lado. É no Instituto Português de Oncologia (IPO), em Lisboa, que o antigo primeiro-ministro passa os dias e até as noites, mostrando-se incansável no apoio a Laura Ferreira, de 54 anos.

A fisioterapeuta luta há cinco anos contra um tumor ósseo agressivo num joelho, que se alastrou aos pulmões, e vive agora a fase mais difícil da doença, razão pela qual foi internada no IPO. Segundo fonte hospitalar revelou ao CM, "não é comum que os acompanhantes pernoitem no hospital", no entanto, "em situações de grande vulnerabilidade por parte do doente, a família pode acompanhá-lo de perto a todas as horas, incluindo dormir no IPO, desde que seja tudo previamente combinado com o chefe de enfermaria".

Desde que se afastou dos compromissos políticos, em 2018, Passos Coelho não voltou a conseguir trabalhar e dedica-se quase em exclusivo à mulher, cuja saúde está cada vez mais frágil. Ao CM, fonte próxima da família referiu que "as coisas estão muito complicadas" e que o ex-primeiro-ministro quer manter tudo, como sempre fez, de forma reservada.

Laura teve conhecimento de que sofria de cancro em 2014 e, em 2015, terminou com sucesso os tratamentos de quimioterapia. Durante esse processo, mostrou-se sempre otimista e inspirou outras pessoas que passavam pelo mesmo com a sua atitude. Em 2017 voltou a ser confrontada com um diagnóstico negativo: a doença tinha alastrado para os pulmões.

Laura anseia juntar-se à família
Quer passar natal em casa
Apesar do estado debilitado em que se encontra, Laura Ferreira já fez saber que o seu desejo é poder passar a quadra natalícia fora do hospital, junto de quem mais ama. "A Laura está com muita esperança de ir passar o Natal a casa com a família. Apesar de estar fragilizada, continua a ser uma lutadora, uma mulher forte, e tem recebido visitas de muitos familiares que lhe levam esperança e alegria", revelou uma fonte hospitalar à ‘Nova Gente’.

Uma atitude otimista que sempre a acompanhou e que deixou claro num texto que escreveu na biografia do marido. "Ter a consciência da morte é duro, mas é uma coisa real e que não assusta. (...) Olho ao espelho e vejo que este corpo vai deixar de existir. Depois, há um lado que se levanta e diz: ‘Não! Tens o teu marido, tens as tuas filhas e a tua família. Eu tenho de viver.’"

Passos Coelho perdeu o pai no ano passado
No início do ano passado, Pedro Passos Coelho viveu momentos dramáticos. O pai do ex-primeiro-ministro morreu aos 92 anos e, nas cerimónias fúnebres, não contou com o apoio da mulher.

Laura tem medo de deixar as filhas
Laura Ferreira e Passos Coelho casaram em 2004 e têm uma filha em comum, Júlia, de 12 anos.

A fisioterapeuta é ainda mãe de Teresa, de 23. São elas a sua maior preocupação. "Tenho medo de deixar as minhas filhas, a minha família, o meu marido. Tenho muito medo de morrer".
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo