Patrícia Carmona: "Não roubei o meu filho”

Mãe do ator da SIC nega acusações de roubo e burla. Patrícia confirma à ‘Vidas’ que existiu uma má gestão do dinheiro do filho, Diogo Carmona.
Patrícia Carmona, mãe de Diogo Carmona
Diogo Carmona
Patrícia Carmona, mãe de Diogo Carmona
Diogo Carmona
29 jul 2020 • 15:34
Patrícia Carmona, que trava uma batalha em tribunal com o filho, Diogo Carmona, nega as acusações de roubo e burla por parte do ator, que alega que a mãe gastou todo o dinheiro que ganhou desde criança, enquanto participou em produções televisivas.

Depois de ter sido condenado por violência doméstica à avó, Diogo contra-atacou e moveu um processo contra a mãe, acusando-a de burla. "Acho contraditório em relação ao que ele [Diogo] disse, que não queria mais guerras e vai abrir outra. Mas eu tenho provas daquilo que sempre disse, que o dinheiro foi gasto com ele, não vivi às custas dele. Vou-me defender se isso acontecer porque o que eu quero é que ele esteja bem. Se isso lhe trouxer alguma paz, então vamos novamente para tribunal", afirmou Patrícia Carmona à ‘Vidas’.

"Tenho a consciência tranquila de que não roubei o meu filho, tenho a consciência pesada da forma como geri o dinheiro dele e isso é completamente diferente", alegou a mãe do ator da SIC que garante ter conseguido manter o mesmo estilo de vida "folgado", sem o dinheiro do filho. "O meu erro foi não saber dizer que ‘não’", frisou ainda Patrícia, defendendo-se das acusações.

Amputação do pé
Em outubro de 2019, Diogo Carmona sofreu a amputação do pé esquerdo, depois de ter sido atropelado por um comboio. Segundo a mãe, tratou-se de uma tentativa de suicídio. "Quando estava prestes a ter alta, o Diogo falou com o psiquiatra e disse que tinha sido uma tentativa de suicídio mas que se tinha arrependido", revelou Patrícia que manteve contacto com os médicos durante o período crítico no hospital.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo