Pedro Soá fala sobre expulsão do 'Big Brother': "Nunca seria capaz de agredir a Teresa"

"Ninguém sabe o que estamos a sofrer lá dentro", disse o ex-concorrente durante o 'Você na TV', onde esteve na companhia da namorada, Ana, após o comportamento violento no programa.
Pedro Soá esteve no 'Você na TV' com a namorada, Ana
Pedro Soá esteve no 'Você na TV' com a namorada, Ana
Pedro Soá esteve no 'Você na TV' com a namorada, Ana
Pedro Soá
Pedro Soá
Manuel Luís Goucha
Manuel Luís Goucha
Pedro Soá e Teresa durante a discussão polémica no 'Big Brother'
Pedro Soá esteve no 'Você na TV' com a namorada, Ana
Pedro Soá esteve no 'Você na TV' com a namorada, Ana
Pedro Soá esteve no 'Você na TV' com a namorada, Ana
Pedro Soá
Pedro Soá
Manuel Luís Goucha
Manuel Luís Goucha
Pedro Soá e Teresa durante a discussão polémica no 'Big Brother'
28 mai 2020 • 13:40
Pedro Soá foi expulso do 'Big Brother' após ter manifestado um comportamento violento durante uma discussão com Teresa.

Já fora da casa mais vigiada do país, o ex-concorrente esteve na manhã desta quinta-feira no programa 'Você na TV', à conversa com Manuel Luís Goucha, acompanhado da namorada, Ana, com quem mantém uma relação há oito anos, e falou sobre a experiência. 

Pedro começou por garantir que o desafio foi mais difícil que estava à espera, pelo facto de não conseguir gerir a situação de estar fechado dentro de uma casa. "Para mim é horrível estar preso. O stress, pensar na família, pensar no que estão a pensar de nós", começou por dizer. "16 dias lá dentro e parece que estive lá meses", desabafou.

"Só nós sabemos o que é estar ali dentro, ninguém sabe o que estamos a sofrer", disse Pedro.

"Tive o desafio de conquistar as pessoas porque quando cheguei lá dentro ninguém gostava de mim", afirmou.

Goucha não hesitou em perguntar ao ex-participante do reality-show como é que está a saber lidar com os 'ataques' que está a sofrer desde que saiu da casa, tais como "ameaças de morte". Pedro desvalorizou a situação, admitindo que não dava importância a isso.

No entanto, não deixou de lamentar a situação pela mãe, que está a sofrer com o que está a acontecer. "Não vou dizer o que a minha mãe me disse porque fica entre mim e ela, é entre mãe e filho. Mas ela está muito triste, muito abatida, porque esperava mais da minha postura. Ela sabe as qualidades que tenho", referiu.

"O maior erro foi ter sido líder naquela semana. Foi muito complicado para mim", disse. "No dia em que tive a discussão com a Teresa devia ter ido berrar para outro lado, para o jardim. Não me reconheci naquela situação", disse, garantindo que gosta muito da colega, enaltecendo que "com ela conseguia conversar" e "era bom ter alguém também mais velho na casa".

"Nunca seria capaz de agredir a Teresa", garantiu Pedro, após ser sido  questionado por Goucha sobre essa possibilidade durante o momento de tensão que protagonizou.

O apresentador não resistiu a esclarecer, perante a namorada do ex-concorrente, se Ana conhecia este lado mais agressivo do companheiro, abordando os casos de violência doméstica. Ana garantiu que não, e que também nunca admitiria tal coisa.

"Se entrasse hoje na casa não tinha essas atitudes. Eu sou uma pessoa muito controlada, porque eu uso a argumentação, é o meu ponto forte. Tenho saudades e devia ter feito as coisas de outra maneira", lamentou Pedro Soá, afirmando que a partir de agora, depois da experiência, vai ser "diferente em muitas coisas" e pediu novamente desculpas pelo comportamento no 'Big Brother'.

A carregar o vídeo ...
Pedro Soá perde a cabeça e mostra-se agressivo
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo