Pêpê Rapazote falha série de Scorsese

Ator não conseguiu o green card exigido pelos estúdios a tempo e perdeu oportunidade única na ficção da HBO
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
20 abr 2014 • 15:30

O protagonista de ‘bem-vindos a beirais’ perdeu, nas últimas semanas, uma oportunidade de trabalho única nos Estados Unidos. Pêpê Rapazote foi convidado a fazer uma participação de seis episódios na última temporada de ‘Boardwalk Empire’, drama da HBO produzido pelo premiado cineasta Martin Scorsese, mas teve de recusar por não ter conseguido obter o ‘green card’ (documento que permite trabalhar e, ao mesmo tempo, dá o direito de residir nos Estados Unidos) a tempo. "Só tinha o visto de trabalho e os estúdios agora exigem o ‘green card’", explica o ator de 43 anos à ‘Correio TV’.

Apesar do revés, que foi "terrível" e "frustrante", Pêpê Rapazote considera que "é bom receber convites destes". E mantém a intenção de investir numa carreira nos EUA. "Quero mesmo. Todos os anos vou lá picar o ponto e continuo a fazer castings e a gravar vídeos para enviar", declara o ator. Até porque, como conta Pêpê, este ano, o período que esteve nos Estado Unidos "correu bem melhor do que no ano passado". "Troquei de agente, e este é francamente melhor. Apresentou-me os diretores de casting dos principais estúdios", justifica. No ano passado, Pêpê Rapazote participou em dois episódios da elogiada série ‘No Limite’ (RTP 2 e FOX), no papel de um barão da droga.

Mas enquanto novas oportunidades não surgem do outro lado do Atlântico, Pêpê continua dedicado a ‘Bem-vindos a Beirais’, em que interpreta o protagonista Diogo Almada. "Estou um bocado cansado. Aceitei fazer o ‘Beirais’ durante três meses e já estamos nisto há um ano. Mas estou muito feliz e continuo a rir todos os dias", afirma. Apesar de as gravações da atual temporada terminarem em julho, o ator acredita que uma nova época vem a caminho. "Isto tem permanentemente combustível para carburar, e se não houver mais ‘Beirais’ vou ter uma depressão pós-parto. Vai deixar um vazio muito grande", defende.

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo