Pitt obrigado a fazer testes de álcool e droga

Angelina faz exigência para o ator poder estar com os seis filhos.
Brad Pitt  e Angelina Jolie  estiveram juntos cerca de 11 anos
Angelina Jolie, Brad Pitt, Children & Family, Tom Raider, Mr. e Mrs. Smith
Foto: Direitos Reservados
02 out 2016 • 01:40
Marco Pereira
Angelina Jolie e Brad Pitt continuam a negociar em privado o divórcio e, segundo a imprensa internacional, já chegaram a um acordo provisório sobre a guarda dos seis filhos. As crianças vão ficar com a mãe e o ator poderá visitá-las sob vigilância de uma terapeuta e terá também de se submeter a testes de álcool e drogas, uma vez que foi acusado de consumo pela ex-mulher.

O acordo, que tem a duração de três semanas, obriga ainda a família a frequentar sessões de terapia. Brad, de 52 anos, e Angelina, de 41, vão ser sujeitos a consultas individuais e em grupo com os seis filhos. Após este período de experiência, o caso será analisado pelo Department of Children & Family Services, que poderá obrigar a família a mais regras ou então seguir com o caso para tribunal.

"É um acordo completamente voluntário, não se trata de uma decisão final, e também não determina as modalidades da guarda [das crianças] de forma definitiva", afirmou uma fonte próxima do casal à revista ‘People’.

Recorde-se que, depois de Angelina Jolie ter acusado o marido de ser violento com os filhos e de consumir drogas e álcool, Brad Pitt realizou voluntariamente testes de despistagem que deram negativo.

A estrela da saga ‘Tom Raider’ iniciou o processo de divórcio no dia 18 de setembro. Os atores, que se apaixonaram durante as gravações do filme ‘Mr. e Mrs. Smith’, estiveram juntos cerca de 11 anos.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo