Polícia vigia Luísa Beirão 24 horas por dia

Modelo quebra o silêncio sobre o caso de violência doméstica.
Luísa Beirão diz ter sido vítima de “violentas agressões”
polícia, Luísa Beirão, vigia, agressão, violência, Ricardo Simões
Foto: Tiago Sousa Dias
05 abr 2017 • 01:30
Rute Lourenço
Uma semana depois de ter dado entrada no Hospital de São José, em Lisboa, com ferimentos e hematomas no rosto, Luísa Beirão quebrou o silêncio sobre o caso de violência doméstica por parte do ex-namorado, Ricardo Simões.

Em comunicado, a modelo fez saber que está a recuperar das "violentas agressões" de que foi alvo e que o caso já deu entrada na Justiça, encontrando-se, neste momento, com proteção policial permanente.

"A Luísa e os filhos encontram-se sob proteção 24 horas por dia para garantir a sua segurança", pode ler-se no comunicado enviado pela agência que representa a manequim.

Luísa Beirão garantiu ainda que as agressões aconteceram a partir do momento em que transmitiu ao namorado que se queria separar. "Todos temos o direito de seguir com a nossa vida e não é aceitável sofrer represálias por isso. É muito triste que assim seja, e tudo o que desejo é ser feliz com a minha família", lamenta Luísa Beirão.

Depois de inicialmente se ter recusado a identificar o agressor, o CM sabe que a modelo, de 39 anos, moveu queixa por violência doméstica contra o empresário Ricardo Simões e foi observada no Instituto de Medicina Legal.

"A brutalidade do ataque que sofreu dentro da sua própria casa na madrugada de 30 de março está a ser investigada pelas entidades competentes tendo por base os exames feitos", lê-se no comunicado.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo