Pontualidade britânica castiga Marcelo

Presidente da República chega três minutos mais cedo ao encontro e fica no carro.
Marcelo Rebelo de Sousa cumprimenta a rainha Isabel II, de Inglaterra
Marcelo Rebelo de Sousa, Isabel II
Foto: Lusa
18 nov 2016 • 01:45
Rita Montenegro
Na sua visita oficial a Londres, Marcelo Rebelo de Sousa viveu um momento insólito quando, esta quinta-feira à tarde, teve de esperar no carro pela primeira-ministra britânica. O Presidente da República chegou a Downing Street três minutos mais cedo do que estava estipulado. No entanto, Theresa May não estava preparada para o receber, fazendo assim Marcelo esperar na rua.

Três minutos depois, a porta do nº 10 de Downing Street lá se abriu para receber o Presidente da República. Theresa May e Marcelo Rebelo de Sousa estiveram assim reunidos e, terminado o encontro, já na rua, a conversa decorreu de forma muito bem-disposta. "É muito bom receber Portugal, o mais antigo dos nossos aliados", disse a primeira-ministra britânica, enquanto os dois representantes posavam para as fotografias.

Ontem, Marcelo Rebelo de Sousa visitou ainda o ateliê da pintora portuguesa Paula Rego, de 81 anos. "Em Portugal, as pessoas gostam muito de si. Estão muito gratas porque, quando se fala do Mundo, um nome que vem logo à cabeça é o seu", afirmou o Presidente da República, em conversa com a artista, radicada no Reino Unido.
Mais sobre
Newsletter
topo