Príncipe Carlos recebeu dinheiro da família Bin Laden

Mais de um milhão de euros destinados a atos de caridade.
Príncipe Carlos
Príncipe Carlos
01 ago 2022 • 01:30
Ana Maria Ribeiro e Amarílis Borges
A Família Real inglesa está a enfrentar um novo terramoto mediático. Segundo o jornal britânico ‘The Sunday Times’, o príncipe Carlos terá aceitado quase 1 milhão e 200 mil euros da família de Osama bin Laden, fundador da al-Qaeda, para financiar projetos solidários da sua fundação de caridade.

A transação terá ocorrido em outubro de 2013, ou seja, dois anos após a morte do terrorista acusado do atentado das Torres Gémeas, em Nova Iorque. De acordo com o mesmo jornal, os conselheiros do príncipe de Gales tê-lo-ão tentado dissuadir de aceitar os donativos de Bakr bin Laden e de Shafiq, meios-irmãos de Osama, mas os conselhos caíram em saco roto.

Um dos conselheiros terá mesmo dito que, caso esta doação viesse a ser conhecida publicamente, isso provocaria uma onda de indignação internacional. Pelos vistos, o príncipe, de 73 anos, ficou indiferente aos apelos.
Mais sobre
Newsletter
topo