Meghan e Harry visitam campo de minas em Angola onde Diana foi fotografada em 1997

Duques de Sussex e o recém-nascido Archie vão visitar o país este outono.
Em Janeiro de 1997, Diana de Gales deslocou-se a em Angola em missão pela retirada das minas terrestres nos campos de guerra
Em Janeiro de 1997, Diana de Gales deslocou-se a em Angola em missão pela retirada das minas terrestres nos campos de guerra
Meghan Markle e o Príncipe Harry
Em Janeiro de 1997, Diana de Gales deslocou-se a em Angola em missão pela retirada das minas terrestres nos campos de guerra
Príncipe Harry, Meghan Markle
Principe Harry com a mulher, a duquesa Meghan Markle
Em Janeiro de 1997, Diana de Gales deslocou-se a em Angola em missão pela retirada das minas terrestres nos campos de guerra
Príncipe Harry
Meghan Markle e príncipe Harry
Em Janeiro de 1997, Diana de Gales deslocou-se a em Angola em missão pela retirada das minas terrestres nos campos de guerra
Em Janeiro de 1997, Diana de Gales deslocou-se a em Angola em missão pela retirada das minas terrestres nos campos de guerra
Meghan Markle e o Príncipe Harry
Em Janeiro de 1997, Diana de Gales deslocou-se a em Angola em missão pela retirada das minas terrestres nos campos de guerra
Príncipe Harry, Meghan Markle
Principe Harry com a mulher, a duquesa Meghan Markle
Em Janeiro de 1997, Diana de Gales deslocou-se a em Angola em missão pela retirada das minas terrestres nos campos de guerra
Príncipe Harry
Meghan Markle e príncipe Harry
06 set 2019 • 17:50
O príncipe Harry vai visitar as minas terrestres em Huambo, em Angola, onde a mãe, Diana de Gales, foi fotografada a atravessar o campo minado em 1997.

A princesa do povo era uma das maiores defensoras da retirada das minas terrestres dos antigos campos de guerra. Diana morreu meses antes do tratado internacional ser assinado.

Em comunicado, divulgado esta sexta-feira, o Palácio de Buckingham anunciou que os duques de Sussex vão visitar o local onde a princesa Diana foi fotografada há 22 anos. Hoje o campo de minas deu lugar a uma rua movimentada com escolas, lojas e casas, avança o palácio real.

Harry, Meghan e o filho Archie, nascido a 3 de maio, iniciam a visita oficial de 10 dias na Cidade do Cabo, na África do Sul. A pedido do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o príncipe irá também visitar o Malawi e o Botsuana.

O príncipe Harry, sexto na linha de sucessão real, faz regularmente visitas oficiais em representação da rainha Isabel II, que é a líder da Commonwealth, a organização que junta 53 Estados membros, a maioria antigas colónias britânicas.

A África do Sul, Malaui e Botsuana são membros da Commonwealth, enquanto que Angola deu a conhecer no ano passado o interesse em aderir, mas ainda não completou o processo.

Esta não é a primeira vez que o príncipe Harry visita Angola, onde esteve em 2013 no âmbito da campanha para remover minas terrestres em algumas partes do país, seguindo os passos da mãe.

"O Duque e Duquesa estão ansiosos por encontrar muitos de vós no terreno e continuar a sensibilizar o impacto importante que o trabalho de comunidades locais estão a fazer pela Commonwealth e não só", afirmam em comunicado.
Mais sobre
Newsletter
topo