Quintino Aires afastado do Big Brother após ataque homofóbico: "Bicha desocupada"

Psicólogo arrasado nas redes sociais após desvalorizar causas defendidas por concorrente Bruno d’Almeida.
Quintino Aires fez intervenção controversa no ‘Extra’
Quintino Aires fez intervenção controversa no ‘Extra’
Foto: Direitos Reservados
16 set 2021 • 01:30
André Filipe Oliveira
Os comentários de Quintino Aires no ‘Big Brother - Extra’, emitido terça-feira na TVI, provocaram alvoroço nas redes sociais por serem considerados homofóbicos. O psicólogo teceu duras críticas ao concorrente do reality show Bruno D’Almeida, por este ter levado à Assembleia da República a discussão da discriminação dos homossexuais na doação de sangue, e acabou por ser mesmo afastado do formato.

"Acho o ato dele perigosíssimo. Questiona uma medida da Direção Geral de Saúde. É um facto, até há 15 anos, os homo-orientados, porque fechados, tinham comportamentos de risco numa maior prevalência do que os heterossexuais. Devido ao dramático problema com HIV/Sida, os homo-orientados mudaram os comportamentos. Hoje, o risco de infeção e a promiscuidade estão mais marcados entre os heterossexuais. Quando aparece um miúdo irresponsável, uma bicha desocupada, a achar-se o herói, para acabar com a discriminação contra homossexuais [na doação de sangue]. Não foi isso que foi fazer", disse.

Logo a seguir, voltou a agitar as águas, revelando uma posição contra a Marcha do Orgulho LGBTI+. "[Os homo-orientados] continuam a querer mostrar a sua promiscuidade com a marcha da vergonha. Faz-se a marcha, em que vão grande maioritariamente homens nus a lamberem-se todos, e a seguir aumenta o numero de infeções. Quem quer ser lobo não lhe veste a pele", afirmou.

As palavras não passaram despercebidas e motivaram milhares de críticas nas redes sociais. A situação obrigou a TVI e emitir um comunicado a dizer que não se revia nos comentários feitos pelo psicólogo, optando assim pelo seu afastamento do formato.
O CM tentou uma reação de Quintino Aires, que remeteu esclarecimentos para mais tarde. "Estive a trabalhar e só soube há pouco. Gostaria primeiro de falar com a Cristina Ferreira", disse.

Amigos defendem Bruno
Os amigos de Bruno d’Almeida utilizaram as redes sociais para marcar a sua posição. "Foi graças a muitas ‘marchas da vergonha’ que, hoje, este ser consegue dizer na TV que é homorientado. Sendo que a única orientação que lhe reconhecemos é a da ignorância".

Infância traumática
A concorrente Ana Barbosa, de 42 anos, emocionou-se durante as primeiras horas fechada na casa mais vigiada do País ao lembrar a infância e juventude, marcada por muito sofrimento. O pai era alcoólico. "Fugi de casa quando voltou a beber. O meu pai faleceu, graças a Deus. Peço desculpa, mas é a verdade. Era doente e destruía a vida das pessoas", recordou em lágrimas. Devido aos traumas, Ana ficou amargurada. "Não aceitava ser feliz", disse.

Paixão tóxica com o ‘ex’
Aurora Sousa apresentou-se aos portugueses como solteira, referindo que antes tinha terminado uma "relação tóxica". Entretanto, o ‘ex’ Rúben Monteiro veio negar as acusações, acusando a jovem de mentir.

Mudança de planos
Manuel Luís Goucha, que conduz o ‘Big Brother’ com Cláudio Ramos, não queria estar associado a mais nenhum projeto além daqueles que já tinha - ‘Goucha’, emitido às tardes de segunda a sexta, e ‘Conta-me’, ao sábado. Tinha planeado passar o próximo Natal no estrangeiro. Após o convite de Cristina Ferreira voltou atrás na sua decisão inicial e disse o ‘sim’ ao reality show.

Cristina fez suspense até ao fim
Há muito tempo que Cristina Ferreira tinha cozinhada a parceria entre Manuel Luís Goucha e Cláudio Ramos. No entanto, a sua ideia não foi unânime entre os diretores da televisão da Media Capital, que discutiram todos as possibilidades até ao final de julho. Desde então, a palavra de ordem foi segredo total, mantendo assim o suspense dos espectadores até à estreia do ‘BB’.
Mais sobre
Newsletter
topo