Rainha Sofia mantém apoio após polémicas de Juan Carlos

Ela continua a ser a figura mais respeitada da família real espanhola. O início da sua história junto da coroa não foi fácil, mas depressa conquistou a opinião pública.
Rainha Sofia estará ao lado do marido, no hospital
Juan Carlos com a mulher, a rainha Sofia
letizia, rainha sofia
letizia, rainha sofia
Rainha Sofia estará ao lado do marido, no hospital
Juan Carlos com a mulher, a rainha Sofia
letizia, rainha sofia
letizia, rainha sofia
07 set 2020 • 14:43
Discreta, sempre disponível, com sentido de responsabilidade e serviço profissional, colocando sempre a coroa em primeiro lugar. Estas são as principais características de Sofia, a rainha emérita de Espanha, que nos últimos se viu envolvida em polémicas que não criou, mas que continua a ser a mais respeitada da família real espanhola. Ela é mesmo a mais valorizada pela opinião pública.

Segundo diversos especialistas em assuntos reais, as polémicas com Juan Carlos, que deixou Espanha e está atualmente nos Emirados Árabes Unidos após uma série de acusações de supostos crimes financeiros e as ligações com a sua amante, terão mesmo contribuído para fortalecer a imagem de Sofia junto dos espanhóis como uma mulher de força e determinação. "Nada mudou para ela, até porque os reis (Juan Carlos e Sofia) levaram vidas separadas durante 30 anos", diz à BBC Mundo Mabel Galaz, que cobre a Casa Real há mais de 20 anos para o jornal ‘El País’. "Eles chegaram a um pacto pelo qual permaneceriam unidos para cumprir as suas tarefas".

Mas como é que esse casamento real chegou até aos dias de hoje e qual foi o papel da Rainha Sofia ao longo desses anos? Sofia e Juan Carlos conheceram-se em 1954 na adolescência, mas só ficariam noivos em 1961. Casaram a 14 de maio de 1962 em Atenas, instalando-se depois no Palácio Zarzuela. Os primeiros anos foram tensos com Sofia a ser vista como uma forasteira, mas depressa conquistou a opinião publica graças às suas atividades sociais, humanitárias, culturais e ambientais. Apesar dos rumores de infidelidade, sempre lidou com o seu papel de rainha com sentido de estado. A coroa esteve sempre primeiro.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo