Rei da Tailândia Rama X perdoa amante

Sineenat Wongvajirapakdi, que tinha sido destituída do título de consorte real, voltou a cair nas boas graças do polémico monarca.
Rama X
Rama X
Rama X
Rama X
Rama X
Rama X
Rama X
Rama X
12 set 2020 • 15:29
Sónia Dias
Há um ano, Sineenat Wongvajirapakdi, de 34 anos, foi nomeada consorte oficial de Rama X, de 68, numa cerimónia que contou com a presença da atual rainha e que serviu para oficializar o regresso à poligamia dentro da família real tailandesa.

Contudo, a ambição da concubina, que quis alcançar o mesmo status da monarca, fez com que o rei Vajiralongkorn a castigasse, retirando-lhe o título em outubro passado. Mas, no início deste mês, a amante caída em desgraça voltou ao palácio da cidade de Banguecoque para voltar a desfrutar de uma vida de luxo.

O seu regresso foi anunciado na rede social Twitter com uma foto de Sineenat com o monarca e a mensagem: Ela não era mais impura.

PLAYBOY EXCÊNTRICA

Maha Vajiralongkorn, ou Rama X, assumiu o trono da Tailândia em 2016, após a morte do pai, Bhumibol Adulyadej, e é um dos reis mais ricos do mundo, com uma fortuna de 40 mil milhões de euros.

É conhecido por ser um playboy e as suas excentricidades geram polémica. Em 2007 decidiu nomear major-general da Força Aérea o seu cão Foo Foo, que morreu em 2015 e cujas cerimónias fúnebres duraram quatro dias.

Pai de sete, casou pela quarta vez em maio de 2019, com Suthida Na Ayudhya. Dois meses depois apresentou Sineenat como sua concubina oficial. Este ano voltou a gerar polémica ao passar a quarentena num hotel de luxo na Alemanha com 20 concubinas.
Mais sobre
Newsletter
topo