Rei Juan Carlos: Retirada dita fim às polémicas

O pai de Felipe VI anunciou o seu afastamento público. Para trás ficam os escândalos de infidelidade, a má relação com Letizia e os gastos excessivos.
Juan Carlos com a mulher, filho, cunhada e netas
Juan Carlos com a mulher, a rainha Sofia
Juan Carlos de Espanha com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Juan Carlos com o filho, Filipe de Espanha
Juan Carlos de Espanha
Juan Carlos de Espanha
Juan Carlos com a mulher, filho, cunhada e netas
Juan Carlos com a mulher, a rainha Sofia
Juan Carlos de Espanha com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Juan Carlos com o filho, Filipe de Espanha
Juan Carlos de Espanha
Juan Carlos de Espanha
02 jun 2019 • 14:14
Aos 81 anos, o rei Juan Carlos vai deixar de comparecer em eventos institucionais.

A vontade do monarca foi expressa através de uma carta enviada ao filho, Felipe VI. A data oficial da retirada do monarca acontece este domingo, dia 2 de junho, conforme escreveu: "Acredito que tenha chegado a hora de virar uma nova página na minha vida."

Há cinco anos, Juan Carlos abdicou do trono, deixando assim o caminho livre para o filho. Felipe VI assumiu os comandos da Casa Real espanhola, mas as polémicas não deixaram a família.

A público vieram escândalos, como os alegados casos de infidelidade com mulheres mais novas, os gastos de dinheiro avultados em jogo e viagens de luxo ao estrangeiro, e ainda a má relação com a nora, Letizia.

Longe dos holofotes mediáticos, o pai de Felipe VI vai ter agora mais tempo livre para dedicar-se aquilo que mais gosta: assistir a espetáculos tauromáquicos, desportos náuticos, em especial às competições de vela e ainda ao golfe, um dos seus hobbies de eleição.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo