Ronaldo aceita 2 anos de prisão por fuga ao Fisco

Português ficará com pena suspensa em troca de 375 mil euros.
Cristiano Ronaldo com Gio e Cristianinho
Cristiano Ronaldo com Gio e Cristianinho
Foto: Direitos Reservados
15 dez 2018 • 01:30
Miguel Azevedo
Cristiano Ronaldo vai aceitar dois anos de prisão com pena suspensa na sequência da acusação de evasão fiscal que enfrenta em Espanha.

A leitura da sentença está marcada para dia 14 de janeiro, em Madrid, mas o advogado do jogador português, José Antonio Choclán, está a tentar que CR7 a possa ouvir através de videoconferência.

Segundo o jornal espanhol ‘AS’ avançou na sua edição de ontem, o jogador da Juventus será considerado culpado de quatro crimes fiscais durante o tempo em que esteve no Real Madrid e vai, então, aceitar uma sentença de dois anos de prisão que, no entanto, deverão ser substituídos pelo pagamento de uma multa de 375 mil euros.

Ainda de acordo com aquela publicação, Cristiano Ronaldo já terá liquidado, no passado dia 6 de agosto, a quantia de 13,4 milhões de euros referente aos impostos em falta, restando agora assumir perante o tribunal e o procurador que é culpado, algo que é "exigido por lei", sublinha o ‘AS’.

Aquela publicação refere que também um outro jogador português, Fábio Coentrão, está a viver uma situação idêntica.

Da mesma forma, o atual jogador do Rio Ave, também representado por Choclán, já terá assumido o delito de fraude, a pena e as multa correspondentes por alegada fuga ao fisco espanhol, quando também jogava em Madrid.

Espírito de Natal
A família Aveiro está toda reunida em Turim. Georgina Rodríguez foi, este ano, quem ficou encarregue das decorações festivas, que fez questão de mostrar aos fãs do craque.

Dolores não se ficou atrás e publicou uma foto com Cristianinho, com motivos de Natal.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo