Ronaldo dá amostra de ADN à Justiça

Polícia de Las Vegas contacta CR7 sobre o caso Mayorga.
Cristiano Ronaldo com Gio e Cristianinho no Dubai
Cristiano Ronaldo com Gio e Cristianinho no Dubai
Foto: Direitos Reservados
11 jan 2019 • 01:30
Rute Lourenço e Secundino Cunha
A Polícia de Las Vegas está a trabalhar na investigação do caso em que Kathryn Mayorga acusa Cristiano Ronaldo de violação e, de acordo com o site TMZ, na última semana intimou o jogador a ceder amostras de ADN, que serão comparadas às recolhidas em 2009, quando a americana foi ao hospital para ser examinada após ter dito que o craque a forçou a ter sexo anal.

Na altura, terão sido retirados vestígios de ADN da vagina e ânus de Mayorga, posteriormente guardados num chamado kit violação, que já estará na posse da Polícia.

Segundo foi possível apurar, Ronaldo, contactado pelas autoridades americanas, mostrou-se "100 por cento disponível para colaborar".

O Correio da Manhã sabe que a recolha de ADN [que pode ser examinado através de saliva, sangue, sémen, fios de cabelo ou até nas unhas] irá acontecer até ao verão, numa clínica de Turim, e será acompanhada pelas autoridades americanas.

CRISTIANO PROCESSA MODELO
Cristiano Ronaldo reuniu-se com os advogados e irá processar a modelo britânica Jasmine Lennard, depois de esta o ter chamado de "psicopata" e ter dito que estava disponível para colaborar com Kathryn Mayorga na Justiça.

A notícia é avançada pelo site TMZ, que dá conta de que o jogador nega as acusações da manequim.

Segundo o CM apurou, o futebolista da Juventus diz-se alvo de calúnia, uma vez que nunca namorou nem conhece Jasmine Lennard, que chegou a afirmar que CR7 traiu Georgina consigo.

Apesar das polémicas, a espanhola mantém-se firme ao lado de Cristiano Ronaldo. Recentemente, o casal desfrutou de umas férias com os quatro filhos do craque no Dubai. Os dois mostraram-se felizes.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo