Ronaldo espera dois anos de batalha legal

Caso ainda está em investigação e os advogados do jogador acreditam que esta fase não seja de conclusão rápida.
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo, Síria
Foto: Direitos Reservados
17 out 2018 • 01:30
Secundino Cunha
Os advogados de Cristiano Ronaldo estão a preparar-se para uma batalha jurídica de pelo menos dois anos, no caso em que o craque português é acusado de violação pela ex-aspirante a modelo norte-americana Kathryn Mayorga.

"O caso está ainda em investigação na polícia e não se prevê que esta fase seja de conclusão rápida. Depois, havendo justificação para isso, o processo pode passar para o Ministério Público que, após longo escrutínio de toda a prova, avançará ou não para acusação. Isto vai, com toda a certeza, demorar muito tempo", disse ao Correio da Manhã fonte ligada ao processo.

Entretanto, Cristiano Ronaldo entregou toda a estratégia de defesa à equipa liderada por Peter Christiansen, que anunciou dispensar, por estes dias, atenção exclusiva a este caso.

Quanto ao principal craque do campeonato italiano, pretende manter-se, "na medida do possível" à margem da evolução processual. "Cristiano está, neste momento, focado no jogo do próximo sábado, entre a Juventus e o Génova. Não pensa noutra coisa", disse a mesma fonte.

Biscoitos polémicos à venda em Inglaterra
Um emigrante português, proprietário de um café em Worcester, Inglaterra, está a ser alvo de duras críticas por ter criado umas bolachas em forma de posição sexual a que deu o nome de ‘Biscoitos Ronaldo’.

Perante a polémica, José Gonçalves, dono do café, já se viu obrigado a fazer um esclarecimento público. "Adoro o Cristiano Ronaldo. Vou defendê–lo sempre porque acredito na versão dele" explicou.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo