Ronaldo obrigado a fechar loja de roupa de Vilamoura

Localizada na Marina, loja CR7 suscitava "curiosidade" mas não faturava o suficiente.
Cristiano Ronaldo
importa
Cristiano Ronaldo
importa
15 mai 2020 • 11:13
Dez anos depois de ter aberto a loja CR7 na Marina de Vilamoura, Cristiano Ronaldo viu-se obrigado a vendê-la, uma vez que o negócio já não estava a ser rentável.

De acordo com a 'TV Guia' o negócio concretizou-se no final do ano passado por cerca de 1 milhão de euros. 

Elma Aveiro, irmã mais velha do craque, era quem passava mais tempo no espaço, principalmente nos meses de verão.

Esta não é a primeira loja de roupa CR7 a fechar. No mesmo ano em que abriu o espaço no Algarve, fechou o Ronaldo fechou o que detinha no Parque das Nações, em Lisboa. Segundo avança a 'TV Guia', ambos encerraram pelo menos motivo, recebiam a visita de muitas pessoas pela "curiosidade", "mas as vendas eram escassas".


A carregar o vídeo ...
A fortuna secreta de Georgina Rodríguez
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo