Ruben Rua recebe prémio de Sofia na Gala Sexy 20

Modelo lê discurso emocionante escrito pela ex-mulher.
09 set 2016 • 01:44
Daniela Lapo e Patrícia Bento
Ruben Rua viveu emoções a dobrar na gala Sexy 20, na noite de quarta-feira, no Casino Estoril. Além de ter sido consagrado o homem mais sensual do País, o modelo subiu ainda ao palco para receber o prémio da ex-mulher, Sofia Ribeiro, que não pôde estar presente e que lhe pediu para ler uma mensagem.

Depois de ter vencido um cancro na mama, a atriz, de 31 anos, não esconde que o facto de ser eleita a mulher mais sexy do País lhe faz "bem à alma". "Gostava de dedicar este prémio a todas as mulheres. Porque de facto, e independente do momento de vida, mais frágeis ou não, somos seres para lá de especiais! A meu ver, não precisamos de cabelo, peito grande, curvas, maquilhagem e acessórios para sermos sexy e lindas", foram as palavras de Sofia, que deixaram a plateia, e sobretudo Fernanda Serrano, que já passou pelo drama do cancro, emocionada.

No final, Ruben assumiu que foi com "orgulho" que recebeu o prémio pela ex-mulher, que considera ser uma das "mais sexy do País" e de quem continua amigo.

Mensagem de Sofia Ribeiro
"É com pena que não estou presente hoje. Felizmente está tudo bem mas não me foi mesmo possível.
Ainda assim, não podia deixar de agradecer. Mais do que fazer bem ao ego e ser lisonjeante, como já aconteceu em outras edições, esta ‘eleição’ nesta altura faz bem à alma. Obrigada! Obrigada pelo mimo e demonstração de carinho por parte da organização e júri do concurso, que me colocou ao lado de mulheres lindíssimas. Muito obrigada a quem votou para me presentear hoje. Numa altura em que por vezes não é fácil sentirmo-nos Sexy.
Gostava de dedicar este prémio a todas as mulheres. Porque de facto, e independentemente do momento de vida, mais frágeis ou não, somos seres para lá de especiais! E não. A meu ver, não precisamos de cabelo, peito grande, curvas e contracurvas, brilhos e lantejoulas, maquilhagem e acessórios, para sermos Sexy e lindas. Precisamos, sim, sentirmo-nos. Com ou sem isto tudo, ou com o que nos fizer sorrir!"
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo