Rui Vitória desabafa sobre a morte dos pais: "A partir daí nenhum problema é problema"

Antigo técnico do Benfica recordou quando perdeu os progenitores em 2002
Rui Vitória
Rui Vitória
13 mai 2021 • 13:07
Esta quarta-feira, Rui Vitória foi convidado de Júlia Pinheiro no seu programa 'Júlia', na SIC. O antigo treinador do Benfica falou sobre a mágoa dos pais não o terem visto a triunfar como técnico, uma vez que morreram num acidente de viação em 2002.

Na época, Rui Vitória tinha 32 anos e nessa semana fatídica deixou de ser jogador de futebol para passar a ser treinador. Uma memória amarga que não esquece. 

"Foi um marco na minha vida, mas foi um marco negativo e um marco positivo. A partir daí tudo é relegado para segundo plano, a partir daí nenhum problema é um problema, a partir daí nenhuma vitória é só para mim, nenhuma derrota custa muito [...] porque há coisas que já custaram muito mais", desabafou a Júlia Pinheiro.

Embora estivesse a viver momentos difíceis por ter ficado sem os pais, Rui Vitória arregaçou as mangas e foi seguir o seu sonho, tal como os seus pais o desejariam.

"Foram dias duros, mas queria que aquilo passasse depressa e seguir em frente porque os meus pais queriam ver-me feliz e a conquistar coisas na vida. Foi a isso que me agarrei para ter este percurso, e muito deste percurso estou convencido de que se não fosse assim, se calhar, não era alcançado. Aquilo deu-me uma força tão grande que ninguém sabe, ninguém imagina", garantiu, não escondendo que acredita que os seus progenitores estão orgulhosos pelas suas conquistas.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo