Sandrina do 'Big Brother' diz que foi duramente criticada quando abandonou o programa

Finalista do reality show esteve no programa 'A Tarde é Sua', na TVI e desabafou sobre várias situações.
Sandrina
Sandrina do 'Big Brother'
Sandrina do 'Big Brother'
Sandrina 'Big Brother'
Sandrina do 'Big Brother'
Sandrina do 'Big Brother'
Sandrina do 'Big Brother'
Sandrina do 'Big Brother'
Sandrina
Sandrina do 'Big Brother'
Sandrina do 'Big Brother'
Sandrina 'Big Brother'
Sandrina do 'Big Brother'
Sandrina do 'Big Brother'
Sandrina do 'Big Brother'
Sandrina do 'Big Brother'
18 ago 2020 • 11:57
Sandrina, que conquistou o sexto lugar na última edição do 'Big Brother', esteve esta terça-feira no programa 'A Tarde é Sua', na TVI.

"Houve muitas coisas que nunca pensei ouvir", desabafou, em conversa com Fátima Lopes, garantindo que foram "exageros das redes sociais", ao referir-se a 'ataques' que sofreu nas mesmas. 

"Arrependo-me de algumas brincadeiras, que as pessoas podem ter levado a mal. Mas eu vi apenas como brincadeira, eu cá fora sou assim mesmo", disse a jovem.

"Eu entrei uma criancinha, e saí uma mulher. Porque com a casa eu cresci muito", garantiu Sandrina, que revelou mais uma vez o quanto lhe custou estar longe da mãe, de quem é muito ligada.

"Chegou uma altura em que me questionava o que tinha feito à minha vida, mas tive que me desenrascar sozinha. Já consigo safar-me", continuou.

A ex-concorrente ainda quis esclarecer a associação a grupos formados dentro da casa mais vigiada do país, e garantiu que não pertencia a nenhum, após ter sido incluída num dos grupos que causou polémica e que acabou por deixar de cair nas graças dos espectadores, o grupo 'Kamikaze'. 

"Tinha um grupo em que era neutra, que me dava bem com toda a gente. Podia ser amiga da Sónia ou do Pedro Alves e as pessoas começaram a dizer que eu era Kamikaze. Mas eu não era Kamikaze. Também me dava bem com o Diogo e a Ana", defendeu a ex-participante do formato.

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo