Sheen pára tratamento da SIDA

O ator deixou de tomar os medicamentos e foi ao México experimentar uma vacina revolucionária que promete curá-lo. Porém, tal facto pode estar a pô-lo em risco de vida.
A carregar o vídeo ...
Momentos da carreira de Charlie Sheen
16 jan 2016 • 18:57
G.C.
Charlie Sheen admitiu numa entrevista que concedeu a Dr. Oz, exibida nos Estados Unidos esta terça-feira, dia 12 de janeiro, ter deixado de tomar, temporariamente, os medicamentos para controlar o vírus do HIV. "Há cerca de uma semana que não tomo os meus medicamentos. Estou a arriscar a minha vida? Claro. E depois? Nasci morto", refere.

O ator, de 50 anos, interrompeu o tratamento para poder tomar uma vacina experimental fabricada no México. Mas, consequentemente, os seus níveis do vírus da doença sexualmente transmissível no sangue começaram a subir. "Tenho feito análises ao sangue todas as semanas e descobri que os números voltaram a subir".

A atitude de Sheen foi prontamente reprovada pelo seu médico, que salienta que o médico mexicano a que o ator recorreu não está autorizado a praticar medicina nos Estados Unidos.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo