Sócios de Eduardo Beauté acusados de usarem memória do cabeleireiro para lançar negócio

Na abertura do salão em Lisboa, os italianos decidiram oferecer cortes gratuitos em homenagem ao hairstylist dos famosos.
Eduardo Beauté
O espaço Les beLLís, que o cabeleireiro se preparava para inaugurar com os seus sócios italianos
Eduardo Beauté morreu no passado dia 7
Causas da morte de Eduardo Beauté ainda estão por apurar
Eduardo Beauté
Eduardo Beauté
Eduardo Beauté
Eduardo Beauté
O espaço Les beLLís, que o cabeleireiro se preparava para inaugurar com os seus sócios italianos
Eduardo Beauté morreu no passado dia 7
Causas da morte de Eduardo Beauté ainda estão por apurar
Eduardo Beauté
Eduardo Beauté
Eduardo Beauté
17 set 2019 • 01:30
Os sócios italianos de Eduardo Beauté - os mesmos que encontraram o corpo do cabeleireiro já sem vida no seu apartamento e chamaram o 112 - avançaram com a abertura do salão em Lisboa e até oferecem cortes gratuitos em homenagem ao hairstylist dos famosos. Um golpe de marketing que promete atrair fregueses.

"Em sua memória, terá uma oferta na sua 1ª marcação", pode ler-se numa SMS que foi enviada pelo Les beLLís a antigos clientes do cabeleireiro.

No entanto, o caso parece não ter agradado aos seguidores do trabalho do cabeleireiro, que acusam os sócios de se estarem a aproveitar da memória do hairstylist apenas para lucrarem.
Mais sobre
Newsletter
topo