Suspeita de AVC afasta Júlia Pinheiro de 'palco'

Estrela da SIC acordou após almoço de Natal e tinha “perdido a locomoção”. No dia seguinte foi hospitalizada.
Júlia Pinheiro
Júlia Pinheiro
Foto: Direitos Reservados
18 jan 2020 • 01:30
André Filipe Oliveira
O afastamento de Júlia Pinheiro da peça ‘Monólogos da Vagina’ causou surpresa. A apresentadora, de 57 anos, explicou esta sexta-feira a Cristina Ferreira os motivos que a levaram retirar-se de cena.

"Decidi parar. Andava a sentir-me cansada. Acabava o programa e ia para o teatro. No dia de Natal, adormeci depois do almoço. Quando acordei, tinha perdido a capacidade de locomoção, não me tinha de pé. Levantava-me e não me conseguia equilibrar. Deitei-me e pensei que no dia seguinte estaria melhor. Mas estava pior".

O susto acabou por levar a estrela da SIC ao hospital, onde acabou por ser estabilizada e sujeita a vários exames.

"A minha mãe teve um AVC e eu pensei que seria um acidente de origem neurológica. Se calhar um AVC isquémico. Foi, afinal, uma subida vertiginosa da pressão arterial. Provavelmente, em função do stress, excesso de trabalho e preocupações com a família e a menopausa", acrescentou.

A saída da peça que está em cena no Teatro Armando Cortez, em Lisboa, obrigou a produtora Yellow Star Company a chamar Teresa Guilherme para substituir Júlia.

"É cármico, eu e a Teresa Guilherme andamos sempre enroladas na vida uma da outra", completou.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo