Tânia Ribas de Oliveira revoltada com quem não cumpre a quarentena: "É uma falta de respeito"

A apresentadora partilhou a situação nas redes sociais.
Tânia Ribas de Oliveira
Tânia Ribas de Oliveira
Foto: Instagram
26 mar 2020 • 18:02
Tânia Ribas de Oliveira mostra-se revoltada com os cidadãos que não estão a cumprir a quarentena.

A apresentadora recorreu às redes sociais para desabafar.

"Há pessoas que ainda não perceberam. E isso custa muito a entender. Só se sai de casa para o essencial", como "trabalhar, compra de bens essenciais" ou "passear animais de estimação", começa por dizer na mensagem.

Para além dos exemplos apresentados anteriormente, os passeios higiénicos com crianças também estão contemplados na lista de justificações para se sair de casa. No entanto, "não é para ir para parques infantis e afins", como sublinhou ainda a profissional de televisão, de 43 anos. "É apanhar ar, respirar fundo, perto de casa e voltar", continuou.

"Quem tem de sair para trabalhar, agradece que os demais se deixem ficar em casa. Nós saímos (cada um na sua profissão) para que a vossa vida em casa seja facilitada. É muito difícil, mas: fique em casa", escreveu ainda o rosto da RTP1, que continua ao comando do programa a 'A Nossa Tarde' no primeiro canal.

"Se pudéssemos, ficaríamos em casa. Saímos porque temos missões a cumprir. É uma falta de respeito sair de casa para conviver. Uma falta de respeito", realçou Tânia Ribas de Oliveira sem esconder o desagrado.

Recorde-se que são várias as figuras públicas que estão a alertar os seguidores para permanecerem em casa. Recentemente, Cristina Ferreira também se mostrou com medo por continuar na antena da SIC, e apelou os fãs a continuarem a cumprir as medidas de prevenção contra o coronavírus. 

Hoje também a atriz Débora Monteiro se manifestou revoltada com o incumprimento das medidas de segurança impostas pelo Governo.

A carregar o vídeo ...
Indignada, Débora Monteiro chama a polícia e denuncia jovens


Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo