Teresa e Júlia: Inimigas de longa data voltam à guerra

O trabalho das duas está constantemente a ser comparado. Há mais de duas décadas que uma substitui a outra. Agora, até no teatro vão ver quem leva a melhor pelo meio, deixaram de se falar.
Teresa Guilherme
Júlia Pinheiro
Teresa Guilherme
Júlia Pinheiro
21 jan 2020 • 10:38
Aguerra é antiga e não parece haver tréguas. Teresa Guilherme e Júlia Pinheiro são dois dos nomes fortes do entretenimento em Portugal e o destino está constantemente a obrigá-las a medirem forças. Agora, a rainha dos reality shows foi chamada a substituir a apresentadora de ‘Júlia’ (SIC) na peça de teatro ‘Monólogos da Vagina’, que estreia no dia 29.

Júlia Pinheiro já lhe chama Karma. "Eu e a Teresa Guilherme andamos sempre enroladas na vida uma da outra. (...) Há 19 anos também fui convidada para fazer o ‘Big Brother’ e não aceitei, vai a Teresa. A Teresa sai da TVI, estava lá eu, e faço os reality todos daquela época. Eu saio, ainda estreio a ‘Casa dos Segredos’, e quem é que me substitui? A Teresa. Agora saio da peça e quem é me substitui? A Teresa", relata a própria apresentadora, que foi obrigada a abandonar o elenco do espetáculo devido a problemas de saúde – foi assistida no hospital com suspeitas de AVC.

Mas ao longo destes anos foram muitas as picardias trocadas pelas duas. Teresa Guilherme foi sempre dura nas críticas à rival e, recentemente, Júlia acabou por revelar que as duas nem se falam. "Perdoo, mas não esqueço. Está cá, nas notinhas. (...) Normalmente, agora, quando nos encontramos, diplomaticamente, ela vai para um corredor e eu vou para outro."


"Montanha que pariu um rato" 
Quando Júlia trocou a TVI pela SIC, Teresa Guilherme desvalorizou o investimento e até comentou: "Foi a montanha que pariu um rato". Em 2015 ainda reforçou: "Nunca fiz as pazes com a Júlia porque nunca me zanguei com a Júlia. A imprensa faz comparações entre as duas, o que leva a que uma ou outra tenha de reagir. Não sou conhecida por ser politicamente correta. Acho extraordinário estar há quatro anos num programa sem ganhar um único dia e ainda continuar lá. Só ela tem este poder! Dizer isto parece uma agressão, mas não é. É apenas uma constatação".

Há um ano, Júlia acabou por revelar uma certa mágoa. "Eu tenho um grande respeito profissional pela Teresa e sempre tive, mesmo quando ela me atacava. E por isso fiquei magoada, porque ela conhece-me muito bem e trabalhámos juntas vezes sem conta". Uma guerra sem fim.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo