Testamento de Cristiano Ronaldo deixa toda a família rica

Jogador da Juventus alterou documento. Georgina incluída, Dolores gestora da fortuna em caso de morte prematura.
Cristiano Ronaldo com Georgina Rodriguez e os seus quatro filhos: o mais velho, Cristianinho, os gémeos Eva e Mateo e a mais nova, Alana Martina
O jogador português viu o prémio de Melhor da Europa ser atribuído a Van Dijk, do Liverpool
O Pestana CR7 na baixa
Cristiano Ronaldo com Georgina Rodriguez e os seus quatro filhos: o mais velho, Cristianinho, os gémeos Eva e Mateo e a mais nova, Alana Martina
O jogador português viu o prémio de Melhor da Europa ser atribuído a Van Dijk, do Liverpool
O Pestana CR7 na baixa
30 ago 2019 • 01:30
Miguel Azevedo
Georgina Rodríguez já faz parte do testamento de Cristiano Ronaldo. De acordo com o jornal espanhol ‘ABC’, o jogador português veio recentemente a Lisboa, de propósito, para alterar o documento e nele incluir, como herdeira, a companheira e mãe da sua filha mais nova, Alana Martina.

Outra das novidades no testamento de CR7 passa a ser a inclusão da sua mãe, Dolores Aveiro, como legítima gestora da sua fortuna em caso de morte prematura.

O ‘ABC’ fala em 300 milhões, mas, nas contas feitas pela ‘Forbes’, o avançado da Juventus tem uma riqueza pessoal de 439 milhões €. Ainda de acordo com aquele jornal, o testamento de Cristiano Ronaldo é todo ele bastante generoso para com a família, incluindo os sobrinhos, entre os quais já se conta a primeira filha de Katia Aveiro, Valentina, nascida esta terça-feira. O craque impõe, no entanto, uma condição: que estes tenham, pelo menos, 18 anos de idade.

Segundo o ‘ABC’, o novo testamento de Cristiano Ronaldo foi redigido num dos salões do hotel do craque na baixa lisboeta, o Pestana CR7, onde o jogador esteve reunido com os seus advogados.

A última vez que Ronaldo tinha mexido no seu testamento foi em 2017, altura em que voltou a ser pai, então dos gémeos Eva e Mateo. Talvez pelo facto de, à data, a relação com Gio ainda não estar tão consolidada como hoje, a espanhola tenha ficado fora da lista dos herdeiros.

Estas modificações ao testamento do capitão da Seleção Nacional acontecem agora numa altura em que se multiplicam os boatos sobre a barriga proeminente de Georgina Rodríguez e sobre um suposto casamento secreto.

PORMENORES
CM noticiou em maio
Em maio, o CM já tinha noticiado que Cristiano Ronaldo havia feito alterações no seu testamento que visavam sobretudo incluir a atual companheira.

O segundo mais bem pago
CR7 foi o segundo desportista mais bem pago do Mundo entre junho de 2018 e junho de 2019, com 96,3 milhões de euros. A lista é liderada por Messi, com rendimentos de 112 milhões de euros. O top três, elaborado pela revista ‘Forbes’, coloca o brasileiro Neymar no terceiro lugar, com um rendimento anual de 92,7 milhões de euros.

Longe dos mais ricos
Apesar da fortuna, CR7 ainda está longe de figurar na lista dos 10 portugueses mais ricos. Essa lista é encabeçada por Fernanda Amorim, viúva do empresário Américo Amorim, com uma fortuna acumulada de 4,173 mil milhões de euros.

Críticas ao mercado
Na recente entrevista que deu à TVI, Cristiano Ronaldo não poupou críticas aos valores loucos que entretanto tomaram conta do mercado do futebol. "Hoje em dia, qualquer um vale 100 milhões."

Transferência milionária
Em 2009, CR7 transferiu-se do Manchester United para o Real Madrid, por 94 milhões de euros. À data foi a transferência mais cara do futebol Mundial. Em 2018, a sua saída para a Juventus fez-se por 100 milhões de euros.

Império inclui roupa e hotéis
Para lá de futebolista, Ronaldo é também um empresário e homem de negócios. Do seu império fazem parte uma marca de vestuário, perfumes, hotéis, restaurantes e diversas casas.

Jogador quer ter mais filhos
Pai de quatro filhos, Cristianinho, Eva, Mateo e Alana Martina, Cristiano Ronaldo já manifestou o desejo de continuar a aumentar a família, mas não para já.

"Acho que vamos fazer uma pausa para desfrutar deste momento bonito que estamos a viver", disse o jogador, na recente entrevista que concedeu à TVI, a partir da sua casa em Turim. Este deverá ser um tema que o craque português terá que conversar bem com Georgina Rodríguez, que já deixou no ar a ideia de que não se vê com mais filhos.

CR7 saiu do Mónaco de mãos a abanar
Prémios nunca são demais, mas ainda não foi desta que Cristiano Ronaldo voltou a acrescentar mais uma distinção de prestígio ao seu currículo.

Quase um ano depois de ter perdido o prémio de Melhor Jogador da Europa para Luka Modric, o avançado português viu esta quinta-feira, no Mónaco, o título de Melhor Jogador da UEFA voltar a fugir-lhe das mãos e a ser atribuído a Virgil Van Dijk, de 28 anos, um estreante nestas andanças.

O defesa-central do Liverpool foi o mais votado, numa eleição que contou com o veredicto dos treinadores de todas as equipas integrantes da fase de grupos da Liga dos Campeões e da Liga Europa, bem como de um painel de 55 jornalistas. O capitão da Seleção ficou em segundo lugar nas preferências do júri, mas perdeu também o prémio de melhor avançado, atribuído a Messi.

Ouvido durante a cerimónia, o jogador português voltou a valorizar a batalha saudável que travou nos últimos 15 anos com o jogador argentino.

O avançado tinha a seu favor a Liga italiana e a Supertaça de Itália que venceu ao serviço da Juventus e ainda a Liga das Nações, que arrecadou pela Seleção Nacional, mas isso não terá sido suficiente para convencer o júri.

Aos 34 anos, CR7 continua, porém, a ser o jogador com mais conquistas nesta distinção: três, contra duas de Messi.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo