Tony Carreira nega fuga ao fisco

Cantor nega denúncia de empregado que o acusa de evasão fiscal nos últimos oito anos.
Cantor recupera do embate
Tony Carreira
Foto: Sérgio Lemos
13 nov 2017 • 20:56
Rute Lourenço
A Autoridade Tributária recebeu uma denúncia de um funcionário de Tony Carreira que o acusa de fuga aos impostos durante os últimos oito anos. Segundo o homem, a evasão fiscal acontecia quando o cantor "atuava para comissões de festas e entidades privadas que não querem pagar IVA".

O empregado de Tony acusa-o ainda de criar "sociedades fictícias para circular o dinheiro" e de ter "contas bancárias na Suíça". Acusações que o cantor fez questão de desmentir, através de um comunicado, onde afirma estar a ser vítima de difamação.

"É falso que tenha ‘fugido ao fisco’, deixando de pagar os impostos em Portugal, assim como é totalmente falso que seja ou tenha sido titular de qualquer conta bancária situada em paraísos fiscais ou em países com tributação considerada mais favorável", esclarece Tony Carreira através do seu agente, adiantando ainda que irá processar o autor da difamação.

"O que existe é uma denúncia anónima de caráter difamatório e desacompanhada de factos concretos e/ou elementos de prova. O único objetivo destes atos é atacar o cantor Tony Carreira na sua honra e no seu bom nome."

A denúncia surge numa altura em que Tony está a ser investigado por plágio. 


Cantor acusado de onze crimes
Foi em setembro que se tornou público que o Ministério Público acusou Tony Carreira de plagiar 11 músicas de autores estrangeiros. Em causa estão alguns dos temas mais emblemáticos da carreira do artista português, como ‘Sonhos de Menino’.

O Ministério Público propôs a suspensão provisória do processo, caso Tony Carreira entregasse 15 mil euros a uma instituição de solidariedade e 30 mil euros à editora que fez a queixa, mas o cantor recusou.
Mais sobre
Newsletter
topo