Usa burlas para comprar Porsches

Ex-marido de Cláudia Jacques desviou milhares de euros.
Relações-públicas  confessa a amigos que não  conhece o homem com quem se casou
Cláudia Jacques, Olivier da Silva
Foto: DR
09 dez 2018 • 15:41
O ex-marido de Cláudia Jacques, Olivier Parente, acusado pelo Ministério Público de três crimes de burla qualificada e um de branqueamento de capitais, terá desviado milhares de euros em negócios imobiliários com cidadãos franceses.

Olivier fazia, alegadamente, a mediação entre os referidos cidadãos, que procuravam casa em Portugal, e as agências imobiliárias. Na altura de fechar negócio, pedia aos clientes que lhe transferissem o dinheiro da escritura e o sinal para a compra das casas, mas acabava por ficar com o valor, cortando o contacto com os visados.

Sabe-se agora que o dinheiro desviado - uma quantia superior a meio milhão de euros - foi usado pelo ex-companheiro da relações-públicas Cláudia Jacques para comprar um Mercedes, no valor de 50 mil euros, e dois Porsche: um de 48500 euros e outro de 79 mil euros, entre outros bens de luxo.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo