Versão de Bárbara posta em causa

Acórdão questiona testemunha de apresentadora.
Bárbara Guimarães, de 43 anos
Bárbara Guimarães, Manuel Maria Carrilho, SIC, Dinis, Carlota, Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, Joana Ferrer
Foto: Duarte Roriz
29 set 2016 • 01:54
A processar o ex-marido por violência doméstica, Bárbara Guimarães viu a sua versão acerca de um dos episódios posta em causa quando um acórdão do Tribunal da Relação colocou em dúvida o seu testemunho.

A apresentadora alegou que, no dia 21 de maio de 2014, viu o ex-marido invadir-lhe a casa – onde estava com o namorado Kiki Neves – e bater-lhe. Carrilho garantiu que só lá tinha ido depois de receber um telefonema do filho a dizer que estava sozinho em casa.

Diz o acórdão, a que o CM teve acesso, que "não se sabe onde estava Bárbara Guimarães (...) O facto de Ernesto e Bárbara estarem descalços pode derivar de os mesmos terem entrado, sorrateiramente, em casa, ou saído de divisão não apurada (...) atento o facto de terem deixado os dois menores sozinhos".

Diz ainda o documento do tribunal que não é de excluir "a versão factual apresentada pelo arguido Carrilho e seu filho Dinis quanto ao facto de este ter sido deixado em casa sozinho no período noturno" e de o professor universitário "ter sido agredido em primeiro lugar por Bárbara Guimarães".
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo