Viagem de Príncipe William e Kate Middleton em família impedida por pandemia

Família real vai continuar em Norfolk para onde viajou em Março. As férias ficam sem efeito.
Kate Middleton e o príncipe William com os filhos
Príncipe William e Kate Middleton com os filhos George e Carlota
Príncipe William e Kate Middleton com os filhos: George, Carlota e Louis
Kate Middleton e príncipe William
Kate Middleton e o príncipe William com os filhos
Príncipe William e Kate Middleton com os filhos George e Carlota
Príncipe William e Kate Middleton com os filhos: George, Carlota e Louis
Kate Middleton e príncipe William
29 jul 2020 • 16:22
Miguel Azevedo
A tradicional viagem de verão que todos os anos Kate e William costumam fazer com os filhos não se vai realizar este ano.

Tudo por causa do surto de Covid-19 que tomou conta do mundo. Kate, William e os três filhos, o príncipe George de seis anos, a princesa Carlota de cinco, e o príncipe Louis de dois, mudaram-se no início da pandemia de Londres para sua casa de campo em Anmer Hall, em Norfolk, a este de Inglaterra e desde então nunca mais saíram de lá.

Os duques de Cambridge costumavam viajar para a Escócia para ficar com a rainha em Balmoral por alguns dias todos os verões, mas a pandemia de coronavírus provavelmente acabará este ano com as pretensões da viagem.

O palácio de Buckingham já afirmou que a rainha Isabel II e o marido Filipe de Edimburgo viajarão como de costume para aquela localidade mas que não irão receber visitas. "Todas as precauções serão tomadas para garantir que não haja riscos", afirmou uma fonte real ao jornal ‘The Sun’.

Recorde-se que quer Isabel II, quer Filipe se encontram na casa dos 90 anos e que ambos são pessoas de risco.

Recorde-se que apesar de estarem resguardados em Anmer Hall, Kate e William voltaram recentemente a fazer visitas a instituições de caridade, hospitais e empresas locais. Fonte próxima do casal garante que os duques deverão continuar em Norfolk até Setembro, altura em que os filhos deverão retomar a escola.

George e Carlota são alunos da conceituada escola Thomas’s Battersea que deve reabrir portas precisamente por essa altura.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo