Viúva de Pedro Lima vende peças no estrangeiro

Anna Westerlund agarra-se ao trabalho para tentar fazer face às despesas
Anna Westerlund
Anna Westerlund e Pedro Lima
Anna Westerlund
Anna Westerlund e Pedro Lima
30 jul 2020 • 12:14
André Filipe Oliveira
Atentar recompor-se após a morte do companheiro, Pedro Lima, a ceramista Anna Westerlund decidiu voltar ao trabalho com muito afinco para superar a tragédia que desolou a família e tentar subsistir financeiramente.

Segundo a ‘Vidas’ apurou, o trabalho da artista ganhou visibilidade internacional e agora as peças produzidas pela portuguesa estão à venda no Japão, mais concretamente na ‘Gallery Aruiha’. Na plataforma online da marca japonesa, os responsáveis revelam-se rendidos ao trabalho desenvolvido pela viúva de Lima, descrevendo-o como "muito criativo e original". "Conhecemos o trabalho de Anna há quase dez anos. Vimo-lo durante uma viagem. Era deslumbrante. Ficámos absortos em fazer anotações e, mesmo depois de voltarmos ao Japão, continuámos a tentar saber mais informações. Sempre quisemos importar o trabalho dela para o Japão. Quando abrimos a loja, e embora demorasse mais que o esperado, conseguimos fazê-lo", lê-se.

Momento de Reflexão
Anna Westerlund tem utilizado as redes sociais para expressar alguns estados de espírito e reflexões, revelando alguma coragem para enfrentar a perda de Pedro Lima. "Um dia vou usar um batom vermelho novamente", lê-se numa das suas recentes publicações. A ceramista tem sido o pilar da família e tem ajudado os quatro filhos em comum com ator, Ema, Mia, Max e Clara, a viver este momento de profunda dor. Os amigos têm tido um papel fundamental, mantendo-se sempre ao lado da ceramista.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo