a Ferver
Inês Herédia: "Perguntam-me como estou grávida se sou lésbica"
Atriz afirma que sente o preconceito por ir ter um filho com a mulher, mas tem recebido mensagens de apoio.
Foto Bruno Colaço
Beatriz Costa, Rute Lourenço
08 / 09 / 2018, 01:30
PUBLICIDADE

Grávida de gémeos, fruto do casamento com a antiga diretora de Programas da SIC, Gabriela Sobral, Inês Herédia afirma que está a viver meses de sonho, mas também de algum preconceito.

Ao CM, a atriz admite que as mentalidades já começam a mudar mas que, para muitas pessoas, ainda é difícil aceitar que duas mulheres possam constituir família. "Já me perguntaram como é que eu estava grávida se sou lésbica, mas não levo a mal, há que respeitar.

Ainda há um caminho a fazer e nós estamos num País conservador", começa por explicar a atriz, de 28 anos, acrescentando que o seu caso serviu, no entanto, para ajudar muitas mulheres que vivem uma situação idêntica à sua.

"É incrível a quantidade de mensagens que eu recebo de pessoas na mesma situação." Apesar do preconceito, Inês – que recorreu à inseminação artificial para conseguir engravidar – desmistifica o assunto e diz que nada faltará aos gémeos, que se vão chamar Tomás e Luís.

"Estas crianças vão ter exatamente o mesmo amor, não lhes vão faltar referências femininas ou masculinas. O que não falta é tios, amigos e avós. Vão ter tudo o que precisam".

Feliz com a gravidez, Inês Herédia confessa ainda que a família não vai ficar por aqui e que já pensa no terceiro filho. "Vou ter de ir ao terceiro para ver se tenho uma menina e se sair rapaz continuo a tentar".

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE