a Ferver
Irreverência máxima na Met Gala
Estrelas internacionais brilharam na cerimónia em que tudo é permitido, em Nova Iorque.
  • Partilhe
Rute Lourenço
09/05/2018 01H30
Rihanna
Foto: Kevin Tachman/Getty Images
É o evento em que tudo é permitido. Na Met Gala, em Nova Iorque, o dress code vai do 8 ao 80 e quanto mais extravagante se estiver vestido, melhor. Este ano, os famosos voltaram a dar gás à irreverência e pisaram a passadeira vermelha com modelos ousados, criados especificamente para a ocasião.

A festa, que tinha como temática a relação entre a moda e a igreja, recebeu criações ousadas, em que os crucifixos e alguns decotes menos católicos estiveram em destaque.

Kim Kardashian foi considerada uma das mais elegantes da noite ao surgir com um vestido dourado, colado ao corpo, da casa Versace, revelando assim as novas curvas, depois de se ter submetido a uma dieta rigorosa.

Mas se a socialite chamou à atenção pela beleza, houve quem tivesse dado nas vistas por outros motivos. A cantora Katy Perry foi uma das presenças mais notadas. A estrela chegou ao Metropolitan Museum of Art, num Rolls Royce descapotável, a exibir as suas volumosas asas de anjo. Também Rihanna primou pela extravagância com o fato escolhido para a cerimónia.

Na festa, também houve lugar para o amor com vários casais a brilharem na passadeira vermelha. Foi o caso de George Clooney e Amal, Gisele Bündchen e Tom Brady e a ex-namorada de Cristiano Ronaldo, Irina Shayk, que foi acompanhada por Bradley Cooper.
Ler mais tarde
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Partilhe
0
Comente
0
OPINIÃO
  • Sentir
    Um disco de memórias com sons que apelam às gerações mais velhas.
    Uma espécie de fado rock
    Está consumado em música nova o regresso dos Xutos & Pontapés ao ativo depois da morte de Zé Pedro.
  • Apresentações já estão feitas
    Recém-casada com a diretora de Programas da SIC, a atriz de ‘Paixão’ enumerou os benefícios de uma família equiparável ...
    Utopia
    Para David Byrne, a Utopia é um sentimento interior positivo.
  • Ele ainda não acabou
    Ver Manel Cruz foi arrebatador, extasiante, quase catártico.
    Surpresa para um camaleão
    Ex-favorito do Festival da Canção sabe que para quem é artista conta tudo aquilo que está em seu redor.
horóscopo
EM DESTAQUE
ESCORPIÃO
23 OUTUBRO - 22 NOVEMBRO
OUTROS SIGNOS
a ferver
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina