a Ferver
Saúl conta que foi enganado pelos pais: "vi que tinha 14,50 euros"
O artista revelou que não fala com os progenitores há mais de 13 anos.
  • Partilhe
08/02/2019 14H37
Saul tem 28 anos e foi interpréte do sucesso 'O Bacalhau quer Alho' quando ainda era uma criança
Foto: DR

Saúl Ricardo deliciou os portugueses com apenas sete anos. A imitação que interpretou da música de Quim Barreiros "Bacalhau Quer Alho" tornou-o, em 1994, um fenómeno de popularidade.

Aos 18 anos descobriu que tinha sido enganado pelos pais: todo o dinheiro que juntou ao longo da sua carreira foi-lhe roubado.

Numa conversa sem tabus no programa Júlia, na SIC, o artista Saúl recordou a música que o tornou fenómeno de popularidade e a infância complicada que viveu no circo.

Saúl viu na família o seu único apoio quando se tornou artista em tenra idade. A mãe sempre lhe disse que o dinheiro que tinha ganho estava a ser amealhado para que pudesse investi-lo no futuro. Quando atingiu a maioridade descobriu que tinha sido enganado pelos pais. "Vou à minha conta bancária e vi que tinha 14,50 euros na conta", acrescenta o cantor.

O cantor revela ainda que os pais nunca lhes explicaram o que fizeram ao dinheiro. "Os meus pais desapareceram, a minha mãe está em Coimbra e o meu pai deve estar perto da Figueira, posso dizer que já doeu, agora já não dói", conta o jovem que nunca obteve nenhuma explicação da parte dos pais, com quem não fala há mais de 13 anos.

Sául é casado há sete anos com a atual mulher Marisa, com quem tem uma filha, Letícia, de quatro meses. A esposa foi o seu grande apoio quando mergulhou numa depressão e tentou o suícidio.

Apagado dos holofotes da música, o artista Saúl Ricardo planeia voltar aos estudos e deseja recompor a sua carreira musical pelos palcos de Portugal.

Ler mais tarde
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Partilhe
0
Comente
0
OPINIÃO
horóscopo
EM DESTAQUE
AQUÁRIO
21 JANEIRO - 19 FEVEREIRO
OUTROS SIGNOS
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina