Prioridade à parte de não cair

‘A Bela e o Monstro no Gelo’ é o novo desafio de José Carlos Pereira, transformado pela experiência da paternidade.
02 dez 2017 • 00:30
Leonardo Ralha
Breves dez meses de paternidade chegaram para José Carlos Pereira "mudar radicalmente" a sua existência. "Trouxe-me muita coisa boa, mudou muito a minha maneira de ver as coisas e a maneira como encarava a vida também. Mudou as minhas perspetivas. Saí um bocadinho de mim para ver as coisas de uma forma diferente", confessou o ator de 39 anos, numa entrevista à ‘Lux’ capaz de surpreender aqueles que acreditam que ‘sair de si’ já é uma atividade frequente.

Tamanhas alterações levaram-no a apostar na peça ‘A Bela e o Monstro no Gelo’, muito embora o enredo nem sequer envolva cubos em copos. "Quando me disseram que ia patinar no gelo achei que iria ser muito mais fácil do que se revelou.

Foi um trabalho que requereu muito tempo, muita dedicação e muito empenho, porque não é fácil passarmos de uma base sólida para uma tão escorregadia", explicou o eterno estudante cujas manhãs são passadas no hospital para fazer o estágio que lhe permitirá concluir o curso de Medicina.

Mas para já o desafio é a patinagem. "No início estava mais preocupado em não cair do que propriamente em dizer o texto", diz, o que talvez lhe traga recordações de telenovelas passadas...     

Ana Sofia Martins
Prestação de serviços no espírito natalício   
Há muito tempo que Ana Sofia Martins não liga ao Natal. "Quem me faz a árvore é a senhora que me ajuda com a casa", revelou à ‘Nova Gente’. Algo que deve ser o último passo antes do "tirem as grainhas das uvas" de que Carolina Patrocínio antigamente usufruía...   

Isabel Silva   
Boca em que só entra aquilo que é do bem   
Instada pela ‘TV Guia’ a explicar se abusa dos doces da época, Isabel Silva foi evasiva e filosófica: "Não gosto muito da palavra ‘dieta’ ou ‘comida saudável’ e sim ‘comida do bem’." Presume-se que a apresentadora se refere aos alimentos que até conseguem curar leprosos.    

Lourenço Ortigão
Pronto a distribuí-las por todo o elenco   
"As telenovelas que fiz até hoje tiveram sempre bom ambiente. Quanto mais não seja, chego lá eu com panquecas para toda a gente", revelou Lourenço Ortigão à ‘TV Mais’. Porque será que as revistas cor de rosa omitem sempre a primeira sílaba das panquecas?
Mais sobre
Newsletter
topo