Quarenta anos a fugir da seringa

Joana Seixas prefere as terapias naturais à “medicina convencional” e aplica essa filosofia aos seus dois filhos.
24 jun 2017 • 00:30
Leonardo Ralha
Houvesse mais gente com as convicções de Joana Seixas e a Associação Nacional de Farmácias era capaz de ter menos poder do que a Federação Portuguesa das Corridas de Caricas. Em entrevista à ‘Lux’, a atriz de 40 anos reconheceu ser "apologista de ouvirmos o nosso corpo, de tentarmos outras terapêuticas naturais antes de chegarmos à medicina tradicional". Trata-se de uma  filosofia polémica, mas que decerto já lhe permitiu poupar imenso dinheiro e tempo perdido em consultas e filas.

"Praticamente não recorro a medicamentos. Só em situações extremas é que utilizo medicação. Mas ainda bem que existe a medicina convencional, porque ela salva muitas vidas", condescendeu a atriz, ressalvando que o seu filho mais velho atingiu a adolescência tendo tomado antibióticos uma vez na vida, enquanto o mais novo, de apenas três anos, ainda não foi submetido a tão funesta provação. Tal como provavelmente tem vindo a ser poupado ao "exagero do plano de vacinação para algumas crianças", denunciado com todas as letras por alguém capaz de admitir que "desde miúda era a chata lá de casa". Louve-se-lhe, assim sendo, a extrema coerência.  

-----

Diana Chaves: Rainha consorte do rei da culinária
As boas prestações de César Peixoto no ‘MasterChef Celebridades’ levaram Diana Chaves a elogiar publicamente o "gentleman divertido" com quem vive. "Agora percebem porque estou com ele há nove anos", disse à ‘TV 7 Dias’. Não era por admirar a magia do futebol do companheiro? 

Mafalda Marafusta: Ainda sem motivos para se odiarem
Além de interpretar a filha de um candidato à presidência do México (...) na telenovela ‘A Herdeira’, Mafalda Marafusta já sabe que vai fazer par com Paulo Pires: "Vai ser meu marido, mas ainda não o conheço pessoalmente", disse à ‘TV Guia’. Tudo bem até agora, portanto... 

Sandra B. Belo: Informação relevante que não vem na Bíblia
Grávida de cinco meses, a sempre reservada Sandra Barata Belo resolveu deixar tudo em pratos limpos com a ‘TV Guia’: "Existe o pai da criança, que é a pessoa com quem vivo. Não sou propriamente a Virgem Maria." E assim se desfizeram as legítimas dúvidas que assolavam Portugal.  

Mais sobre
Newsletter
topo