Crónicas
Edição de Autor
Um fenómeno quase irreal
por Miguel Azevedo
"Quatro miúdos dentro de uma casita numa terreola, em Leiria, a fazer músicas daquelas não acontece todos os dias".
  • Partilhe
SÁBADO 26 MAIO - 00H
Loucura... Numa altura em que ainda não havia 'youtubes', 'facebooks' 'instagrams' ou partilhas de música online, os Silence 4 começaram a promover a sua música como era habitual na altura, com o apoio das editoras, nas rádios, nas televisões e nos jornais, à data as únicas formas conhecidas e possíveis de um músico mostrar o seu trabalho. E

foi assim que recebi na redação, para uma entrevista, no final do verão de 1998, Rui Costa, Sofia Lisboa e David Fonseca (se me recordo Tozé Pedrosa tinha ficado em casa a curar uma gripe). Já lá vão 20 anos. Hoje, os Silence 4 fazem parte da história como um dos maiores fenómenos de sempre da música portuguesa. 

"Quatro miúdos dentro de uma casita numa terreola, em Leiria, a fazer músicas daquelas não acontece todos os dias", recorda David Fonseca na entrevista que me deu esta semana.

Os Silence 4 chegaram a dar mais de 90 concertos em seis meses, terminaram no auge e regressaram em 2014 para alguns concertos comemorativos e solidários motivados pela doença de Sofia Lisboa. Nos cinco anos em que esteve no ativo, o grupo fez o que ainda nenhuma banda portuguesa a cantar em inglês tinha conseguido: salas lotadas, milhares de cópias vendidas e discos de platina conquistados.

"Foi uma loucura. Tínhamos pessoas a cantar à porta dos hotéis e fãs a chorar, nunca percebi muito bem porquê", lembra o cantor. "Uma vez, o motorista do carro onde seguíamos virou-se para nós e disse-nos que estávamos a ser perseguidos há mais de um quilómetro por várias pessoas a correr. Eram miúdos que só queriam uma fotografia", acrescenta.

"Os fenómenos despertam as coisas mais insanas e nada daquilo me parecia real. Quando vi o Salvador Sobral chegar da Eurovisão e ser recebido por uma enchente no Aeroporto sei bem o que ele deve ter passado. A sensação não é assim tão boa quanto as pessoas possam imaginar".
Ler mais tarde
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Partilhe
0
Comente
0
mais crónicas de
Edição de Autor
horóscopo
EM DESTAQUE
ESCORPIÃO
23 OUTUBRO - 22 NOVEMBRO
OUTROS SIGNOS
a ferver
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina